Todos os gestores públicos vão ter de verificar as faturas de eletricidade

por RTP

Foto: Reuters

Todos os gestores públicos vão ter de verificar as faturas de eletricidade para ver a relação custo benefício da aplicação do mecanismo ibérico, de controlo do preço do gás usado na produção de eletricidade.

O despacho do secretário de Estado da Energia foi publicado hoje e dá seguimento à ordem do primeiro-ministro na semana passada.

Mas estas regras de verificação não são apenas para as faturas da Endesa.

Aplicam-se a todos os fornecedores de eletricidade do Estado.

Para serem validadas e pagas, as faturas têm de incluir informação sobre o benefício líquido que resulta da aplicação do teto ibérico ao preço do gás natural.

Se os gestores público deterarem algum desvio em relação à informação divulgada pelo regulador, têm de enviar a informação para a Entidade Nacional do Setor Energético e só depois segue para o secretário de Estado.
pub