Vendas de automóveis novos subiram 7,7% em 2017

| Economia

As vendas de automóveis novos subiram 7,7% em 2017 face ao ano anterior, para 266.386 veículos, mas em dezembro registou-se a primeira queda homóloga dos últimos nove meses, de 0,1%, anunciou hoje a ACAP.

Segundo a Associação Automóvel de Portugal (ACAP), no total do ano de 2017 foram matriculados pelos representantes oficiais de marca em Portugal 266.386 automóveis novos, um crescimento 7,7% em relação ao ano anterior.

Porém, no mês de dezembro, houve "um claro abrandamento" em todos os setores, com 22.206 veículos automóveis novos, o que corresponde a uma queda homóloga de 0,1%, a primeira registada nos últimos nove meses, avança a ACAP.

Por categorias e tipos de veículos, os dados mostram que no total do ano as vendas de ligeiros de passageiros ascenderam a 222.134 veículos, mais 7,1% do que em 2016.

Tendo em consideração apenas o mês de dezembro, foram matriculados 17.058 automóveis ligeiros de passageiros, um aumento de 0,4% face ao mês homólogo do ano anterior.

Já nos comerciais ligeiros a ACAP registou um aumento de 10,4% em 2017 face ao ano anterior, para 38.520 veículos. Em dezembro foram vendidos 4.564 novos veículos comerciais ligeiros, um decréscimo de 0,1%.

Quanto aos veículos pesados (de passageiros e de mercadorias), no total do ano de 2017 as matrículas ascenderam a 5.732 unidades, um acréscimo de 10,7% relativamente ao período homólogo de 2016. Em dezembro houve uma queda homóloga de 11,8%, tendo sido comercializados 584 veículos desta categoria.

A informação mais vista

+ Em Foco

Um terramoto de magnitude 7,5 e um tsunami varreram a ilha de Celebes, causando a morte de pelo menos duas mil pessoas. A dimensão da catástrofe é detalhada nesta infografia.

    Em entrevista exclusiva à RTP, Flávio, um dos filhos de Jair Bolsonaro, afirmou que o candidato do PT Fernando Haddad devia juntar-se a Lula da Silva.

    Na Venezuela, os sequestros estão a aumentar. Em Caracas, só este ano foram raptadas 107 pessoas.

      Faltam seis meses para a saída do Reino Unido da União Europeia. Dia 29 de março de 2019 é a data para o divórcio. A RTP agrega aqui uma série de reportagens sobre o que o Brexit pode significar.