Vendas de ligeiros de passageiros na União Europeia crescem 7,1%

| Economia

|

A procura por ligeiros de passageiros na União Europeia cresceu 7,1% em janeiro, na comparação homóloga, face a um efeito positivo do calendário, informou hoje a Associação Europeia de Construtores de Automóveis (ACEA).

No primeiro mês do ano foram registadas 1.253.877 unidades, segundo comunicado da ACEA, que referiu as maiores subidas de vendas em janeiro na Roménia (+66,4% para 11.744 unidades), na Eslováquia (+48,8% para 8.050) e Hungria (+38,5% para 8.891).

Portugal teve uma descida de 2,8% para um total de 14.603 unidades, integrando assim o grupo de cinco países que assinalaram decréscimos: Chipre (-3,5% para 1.200 unidades), Irlanda (-4,9% para 37.075), Suécia (-1,3% para 22.980) e Reino Unido (-6,3% para 163.615).

A associação notou que o Reino Unido viu, no primeiro mês do ano, as vendas descerem pelo décimo mês consecutivo.

A ACEA referiu ainda os crescimentos em Espanha (+20,3% para 101.661 unidades), na Alemanha (+11,6% para 269.429 unidades) Itália (+3,4% para 177.822) e França (+2,5% para 156.846).

Por construtor, na União Europeia o grupo Volkswagen registou mais 9,2% de vendas de viaturas para 308.353 unidades, o grupo PSA (Peugeot/Citroen/DS/Opel e Vauxahall) mais 73,4% (207.984 unidades), o grupo Renault subiu esse valor em 9,5% (116.559) e o grupo FCA (Fiat/Jeep/Alfa Romeo/Lancia/Chrysler) mais 1% (83. 547).

A associação referiu ainda o crescimento da Ford (+2,1% para 83.401 registos), do grupo BMW (+5,5% para 73.198), da Daimler (+3% para 72.119), do grupo Toyota (+9,6% para 66.156), da Hyundai (+14,4% para 44.108), da Kia (+5,4% para 36.633), da Volvo (+5,2% para 20.838) e da Honda (+0,5% para 11.372).

A descer estiveram a Nissan (-1,4% para 42.046) e o grupo Jaguar Land Rover (-6,4% para 15.096) e GM (-99,8% para 175).

 

Tópicos:

Alemanha + %, BMW + %, Construtores, Daimler +%, Eslováquia + %, FCA Fiat Jeep Alfa Romeo Lancia Chrysler, Ford + %, GM %, Honda + %, Hungria + %, Hyundai + %, Jaguar Land Rover %, Kia + %, Nissan %, PSA Peugeot Citroen DS Opel Vauxahall, Roménia + %, Toyota + %, Unido %, Volvo + %,

A informação mais vista

+ Em Foco

O economista guineense Carlos Lopes considera que a Europa tem discutido as migrações e outras questões africanas, sem consultar os africanos.

    A revelação foi feita durante uma entrevista exclusiva à RTP à margem da cimeira de CPLP, que decorreu esta semana em Cabo Verde.

    Em entrevista à RTP, Graça Machel revela que o grande segredo de Nelson Mandela era fazer sentir a cada pessoa com quem falava que era a mais importante.

    Apesar da legislação contra estas situações, os Estados Unidos são dos países que mais importam produtos em risco de serem produzidos através de trabalhos forçados.