Professores que subirem dois escalões, contabilizado o tempo todo, podem vir a ganhar mais de 300 euros

| Educação
Professores que subirem dois escalões, contabilizado o tempo todo, podem vir a ganhar mais de 300 euros

Foto: Nuno Patrício - RTP

Os sindicatos dos professores exigem que seja contado todo o tempo em que as progressões estiveram congeladas.

Tempo que, a ser contado na totalidade, pode fazer com que muitos dos professores subam dois escalões de uma vez. Coisa que só aconteceria ao fim de sete anos, com classificação na avaliação de bom.

Esta subida súbita, a verificar-se, implicaria um aumento salarial que poderia chegar aos 208 euros.

Nos últimos escalões, passar do oitavo para o décimo e último, pode significar um aumento superior a 300 euros.

O Governo diz estar disponível para negociar, mas não há dinheiro para pagar de uma só vez os anos de serviço durante o período em que as carreiras da administração pública estiveram congeladas.

Os sindicatos aceitam a justificação, mas afirmam que o Governo, se quiser, pode fazê-lo de forma faseada. Apagar esse tempo é que não, razão pela qual voltaram à greve.

A informação mais vista

+ Em Foco

Passaram sete anos desde o início das “Primaveras Árabes”. Regimes mudaram, guerras civis rebentaram, houve conflitos que alteraram dinâmicas regionais e vazios de poder que deram origem a Estados falhados.

Veja ou reveja a primeira entrevista de Rui Rio depois de ter sido eleito presidente do PSD.

Na hora da despedida da liderança social-democrata, as juventudes partidárias olham para o legado do ex-primeiro-ministro, com uma pergunta em mente: se Portugal não falhou, o que dizer de Pedro Passos Coelho?

    Uma caricatura do mundo em que vivemos.