Professores partem para a luta a partir de 21 de fevereiro

| Educação
Professores partem para a luta a partir de 21 de fevereiro

Foto: Fenprof/Dr

O dia 21 de fevereiro é apontado pela Fenprof como um ultimato ao Governo: ou há negociações ou os professores voltam a endurecer posições.

É também no dia 21 que os professores vão entregar um abaixo-assinado no Conselho de Ministros e na Assembleia da República.

Mário Nogueira anuncia desde já uma manifestação para março e uma consulta aos professores sobre novas formas de luta. O sindicalista responsabiliza o Governo por tudo o que possa acontecer de negativo no terceiro período letivo.

Declarações no final de uma reunião da plataforma de sindicatos dos professores com Jerónimo de Sousa na sede do PCP.

A informação mais vista

+ Em Foco

Mação, que ardeu no mês passado, era apontado como o concelho modelo na prevenção de incêndios. Nada impediu que o fogo voltasse.

Dois anos depois do grande incêndio de Pedrógão, a floresta continua por ordenar e o Governo conta com pelo menos uma década para introduzir as mudanças necessárias.

    Toda a informação sobre a União Europeia é agora agregada em conteúdos de serviço público. Notícias para acompanhar diariamente na página RTP Europa.

      Em cada uma destas reportagens ficaremos a conhecer as histórias de pessoas ou de projectos que, por alguma razão, inspiram ou surpreendem.