Pobreza e desigualdade entram nas presidenciais do Brasil

por Antena 1

A menos de quatro dias para a segunda volta das eleições presidenciais no Brasil a pobreza e a desigualdade aumentaram nos últimos quatro anos.

Muito por causa da crise política e económica que afetam o país.

Um estudo da Fundação Getúlio Vargas revela que o Brasil “ganhou” mais de seis milhões de novos pobres nos últimos anos.

São dados preocupantes que surgem, como conta Luís Baila, correspondente da Antena 1/RTP no Brasil, em pleno período eleitoral.

O Brasil caminha a passos largos para o dia de todas as decisões, é já no próximo domingo que os brasileiros vão eleger o próximo presidente.

As sondagens apontam para a vitória de Jair Bolsonaro.

O candidato do Partido Social Liberal já está mesmo a organizar o futuro governo.

Esta quarta-feira houve uma reunião em casa do candidato, no final surgiu a confirmação de que os ministérios da Agricultura e do Ambiente vão continuar separados - ao contrário do que Bolsonaro planeava até há pouco tempo.