CNE admite disparidade no tratamento de cidadãos portugueses

por Antena 1

Foto: Lusa

Filipa Pais, portuguesa residente na Guine-Bissau, não consegue votar em Portugal. A Comissão Nacional de Eleições confirma a versão desta eleitora portuguesa.

Questionado pela jornalista Cláudia Costa, o porta-voz da CNE, João Tiago Machado, explica o teor da lei. A CNE admite a existência de uma disparidade no tratamento de cidadãos portugueses.