Críticas unânimes à redução do IVA na restauração

por Antena 1

Um antigo ministro das Finanças, um antigo Governador do Banco de Portugal e um antigo líder parlamentar: Octávio Teixeira, Tavares Moreira e Luís Campos e Cunha analisam com Maria Flor Pedroso o que se conhece do Orçamento do Estado e as implicações do documento.

Octávio Teixeira defendeu que teria sido preferível não mexer no IVA da restauração para não aumentar o preço dos combustíveis.

Igual opinião tem Campos e Cunha, antigo ministro das Finanças, que também criticou esta redução no IVA da restauração, explicando que nos últimos tempos já se tinha atingido um equilíbrio no setor.

Tavares Moreira, antigo Governador do Banco de Portugal, também não concorda com a descida do IVA na restauração, e com o recurso ao sentido de humor explicou que a incidência da taxa reduzida pode acabar por ficar cada vez mais circunscrita.