Cientistas tentam "avariar" o coronavírus

por Paula Véran

Antena 1

Em tempo de pandemia os cientistas de todo o mundo estudam e procuram conhecer como funciona e como reage o novo coronavírus. No Reino Unido, David Aragão, formado em química, está nesta altura a trabalhar num acelerador de partículas, que é uma espécie de um microscópio gigante. Este equipamento permite aos cientistas estudarem coisas muito pequenas, como por exemplo, as proteínas do coronavírus. A ideia é criar fragmentos químicos para serem testados de modo a gerar, num futuro próximo, medicamentos ou mesmo vacinas. Na conversa com o cientista David Aragão ficamos a perceber que esta investigação procura no fundo "avariar" o coronavírus. Entrevista de Paula Véran

pub