Marisa Matias reclama uma Europa diferente

| Eleições Europeias 2019
Marisa Matias reclama uma Europa diferente

Foto de Estela Silva-Lusa

O Bloco de Esquerda (BE) esteve na Alfândega do Porto num comício onde a cabeça de lista Marisa Matias disse que o BE quer uma Europa diferente.

Num "momento difícil" e em que a União Europeia está dividida, a cabeça de lista do BE às europeias, Marisa Matias, defendeu um "projeto da união", que vai a votos no domingo, baseado no respeito, dignidade e justiça.

Cerca de 400 pessoas juntaram-se na Alfândega do Porto para um comício-jantar do BE no penúltimo dia de campanha para as europeias, uma corrida eleitoral que Marisa Matias garantiu que não "foi de silêncios" e que o objetivo foi ouvir, porque "as pessoas querem ser ouvidas, não querem ser ouvintes", como testemunhou o jornalista João Vasco.

A primeira candidata do BE ao Parlamento Europeu focou o discurso na União Europeia, que "está num momento difícil" porque está muito dividida, por exemplo, pelas "regras que servem o sistema financeiro, mas que não protegem os pensionistas".

"Quem está a construir a União Europeia está a querer dividir-nos. O nosso projeto é, por isso, o projeto da união e é no domingo que a união vai a votos", avisou.

Este projeto, prosseguiu Marisa Matias, "é o respeito, é a dignidade, é a justiça", o que se consegue com "pleno emprego e o fim da pobreza".

A informação mais vista

+ Em Foco

A RTP ouviu os seis lideres partidários sobre temas que escapam aos programas políticos e que contribuem para definir o perfil dos candidatos.

    Uma sondagem da Universidade Católica aponta para o fim da hegemonia laranja na Madeira, apesar da vitória do PSD nas regionais (38%) do próximo domingo.

    Na semana em que se assinala o início da II Guerra Mundial, a RTP conta histórias de portugueses envolvidos diretamente no conflito.

      Em cada uma destas reportagens ficaremos a conhecer as histórias de pessoas ou de projectos que, por alguma razão, inspiram ou surpreendem.