“Imprudência”. Patriarcado publica e retira post com apelo a voto em partidos "pró-vida"

| Eleições Europeias 2019

|

A página do Facebook do Patriarcado de Lisboa teve, na passada quarta-feira e durante mais de duas horas, uma publicação com um apelo ao voto nos movimentos Basta, "Nós Cidadãos!" e CDS-PP. O post foi retirado e o gabinete de comunicação de D. Manuel Clemente admitiu que se tratou de uma “imprudência”.

Admitimos que foi uma imprudência, para o Patriarcado, é essencial que toda a gente tenha a possibilidade de discernir o seu voto”, afirmou o gabinete de comunicação do patriarcado de Lisboa ao Diário de Notícias. No gráfico constavam alguns os partidos políticos concorrentes às eleições europeias e a sua posição perante questões como o aborto ou a eutanásia.

“Para não criar qualquer dúvida, retirámos o post e remetemos a posição do Patriarcado para a Carta Pastoral da Conferência Episcopal Portuguesa”, acrescenta.

A publicação original foi feita pela Federação Portuguesa pela Vida e as informações resultam de uma leitura dos programas como das respostas que os partidos deram à associação sobre cada um dos temas em questão.

No gráfico, nove partidos são colocados lado a lado e é feito um resumo da posição de cada uma das forças politicas em sete temas: “Vida por nascer”; “Rejeição eutanásia”; “Liberdade de educação”; “Oposição ideológica de género”; “Proibição de barrigas de aluguer” e “Combate à prostituição”.



A coligação Basta, o "Nós Cidadãos!" e o CDS surgem como as  forças políticas que concorrem às eleições com propostas em defesa da vida. Do lado oposto está o PS, o Bloco de Esquerda e o PAN como sendo contra todas as medidas defendidas pela Federação Portuguesa pela Vida. Pelo meio estão o PSD, a Aliança e a CDU.

Tópicos:

Eleições, Patriarcado de Lisboa, Publicação, voto, Facebook,

A informação mais vista

+ Em Foco

A Grécia agradeceu a Portugal a solidariedade do país pela disponibilidade de receber mil migrantes e refugiados, atualmente alojados em condições precárias naquele país.

A receita da venda desta madeira ultrapassará os 15 milhões de euros, que devem ser investidos na nova Mata do Rei.

Toda a informação sobre a União Europeia é agora agregada em conteúdos de serviço público. Notícias para acompanhar diariamente na página RTP Europa.

    Em cada uma destas reportagens ficaremos a conhecer as histórias de pessoas ou de projectos que, por alguma razão, inspiram ou surpreendem.