Jerónimo acusa PS de impedir melhorias sociais no país

| Eleições Europeias 2019
Jerónimo acusa PS de impedir melhorias sociais no país

Foto:

A campanha da CDU para as eleições europeias fez comício na noite de sábado em Almada. Jerónimo de Sousa esteve presente e acusou o Partido Socialista de ser o responsável pelo facto de as melhorias sociais no país não terem ido mais longe.

Jerónimo sublinhou ainda o silêncio do PS, PSD e CDS-PP em relação à proposta de aumento do salário mínimo para os 850 euros.

Já o candidato João Ferreira criticou a incapacidade do Governo para reverter as privatizações de grandes empresas feitas em Portugal.

Este domingo, a CDU concentra a campanha no distrito de Lisboa. João Ferreira começa o dia em Sintra.

Depois de um almoço em Sobral de Monte Agraço, o secretário-geral do PCP, Jerónimo de Sousa, juntar-se-á à caravana, para um comício numa terra com tradições comunistas: Alhandra, no concelho de Vila Franca de Xira.

Relacionados:

A informação mais vista

+ Em Foco

A Grécia agradeceu a Portugal a solidariedade do país pela disponibilidade de receber mil migrantes e refugiados, atualmente alojados em condições precárias naquele país.

A receita da venda desta madeira ultrapassará os 15 milhões de euros, que devem ser investidos na nova Mata do Rei.

Toda a informação sobre a União Europeia é agora agregada em conteúdos de serviço público. Notícias para acompanhar diariamente na página RTP Europa.

    Em cada uma destas reportagens ficaremos a conhecer as histórias de pessoas ou de projectos que, por alguma razão, inspiram ou surpreendem.