Arsenal volta a perder, desta vez no campo do Bournemouth

| Futebol Internacional

|

O Arsenal somou este domingo a sexta derrota na liga inglesa de futebol, desta vez por 2-1 no terreno do Bournemouth, que alcançou a primeira vitória da sua história sobre os ‘gunners’, na 23.ª jornada.

A formação de Arsène Wenger, que segue no sexto lugar a cinco pontos dos lugares de acesso à Liga dos Campeões, somou o quatro jogo consecutivo sem vencer na Premier League, quinto em todas as competições, já que no último fim de semana os londrinos foram pela primeira vez eliminados na terceira ronda da Taça de Inglaterra, frente ao Nottingham Forest, da segunda divisão (4-2).

No Estádio Vitality, o espanhol Bellerin até colocou o Arsenal em vantagem, aos 52 minutos, mas o Bournemouth, que luta pela manutenção, deu a volta ao marcador por Wilson, aos 70, e Ibe, aos 74.

Este resultado permitiu ao Bourmemouth subir ao 13.º lugar e colocar-se quatro pontos acima da zona de despromoção.

Ainda hoje, o Liverpool recebe o líder Manchester City, no jogo ‘grande’ da ronda, que termina na segunda-feira com a receção do Manchester United, de José Mourinho, ao Stoke City, que durante a semana despediu o técnico Mark Hughes.

Tópicos:

Premier League, Arsenal,

Pesquise por: Premier League, Arsenal,

A informação mais vista

+ Em Foco

O Conselho Europeu informal de Salzburgo tem em cima da mesa dossiers sensíveis, com a imigração e o Brexit no topo da agenda. A RTP preparou um conjunto de reportagens especiais sobre esta cimeira.

    Nas eleições primárias, alguns dos mais conceituados senadores democratas foram vencidos por candidatos mais jovens, progressistas e, alguns deles, socialistas.

      Em 1995, dois estudantes desenvolveram um motor de pesquisa. Dois anos depois, Andy Bechtolsheim passou um cheque no valor de 100 mil dólares. Nesse dia, fez-se história: a Google nasceu.

        Os novos desenvolvimentos no diferendo comercial entre os Estados Unidos e a China vieram lançar ainda mais dúvidas sobre os próximos passos que os dois lados poderão adotar.