Casillas agradece a Cristiano Ronaldo tudo o que fez pelo Real Madrid

| Futebol Internacional

O guarda-redes espanhol Iker Casillas, antigo companheiro de Cristiano Ronaldo no Real Madrid, deixou hoje um agradecimento ao futebolista português, que rumou à Juventus, por tudo o que fez pelos 'merengues'.

"As despedidas doem, ainda mais quando se trata de um jogador assim. Agradeço-te aquilo que fizeste por um clube, que tornaste anda maior do que já era", escreveu Casillas, guarda-redes do FC Porto, na rede social Twitter.

O internacional espanhol, que jogou com o português no Real Madrid entre 2009 e 2015, antes de rumar ao FC Porto, acompanha o seu texto com uma fotografia em que está abraçado a Cristiano Ronaldo.

Casillas felicita ainda Ronaldo no "empenho de querer ser o melhor do mundo" e que o consegue, terminando com o desejo de boa sorte na nova etapa do português, que na terça-feira foi oficializado como reforço dos italianos da Juventus.

A 'Juve' confirmou a contratação de Cristiano Ronaldo, de 33 anos, por quatro temporadas, até junho de 2022, mediante o pagamento de 100 milhões de euros ao Real Madrid.

Aos 33 anos, o capitão da seleção portuguesa vai defender o quarto clube na carreira sénior, depois de Sporting (2002/03), Manchester United (2003/04 a 2008/09) e Real Madrid (2009/10 a 2017/18).

Cinco vezes vencedor da Bola de Ouro, em 2008, 2013, 2014, 2016 e 2017, Cristiano Ronaldo estava ligado contratualmente até 30 de junho de 2021 ao emblema 'merengue', ao serviço do qual conquistou quatro Ligas dos Campeões, dois Mundiais de Clubes, duas Supertaças Europeias, dois campeonatos, duas Taças do Rei e duas Supertaças de Espanha.

A informação mais vista

+ Em Foco

O antigo procurador-geral da República do Brasil revelou à RTP que já recebeu várias ameaças de morte e defendeu uma reforma profunda do sistema político brasileiro.

Quando Ana Paula Vitorino indicou Lídia Sequeira, a economista ainda era gerente da sua empresa, o que viola a lei em matéria de incompatibilidades e o dever de imparcialidade.

Em seis anos, as investigações sucederam-se, sem poupar ninguém, da política ao futebol e à banca, seguindo a bandeira da ainda procuradora geral, o combate à corrupção.

    O Conselho Europeu informal de Salzburgo tem em cima da mesa dossiers sensíveis, com a imigração e o Brexit no topo da agenda. A RTP preparou um conjunto de reportagens especiais sobre esta cimeira.