FIFA abre processo disciplinar a federação russa

| Futebol Internacional

A FIFA com mão dura frente ao racismo
|

A FIFA abriu um processo disciplinar à Federação Russa de Futebol (RFU) por cânticos racistas ouvidos durante o particular entre a Rússia e a França, em 27 de março, informou um porta-voz do organismo à agência noticiosa AFP.

A mesma fonte recusou comentar o caso à AFP mas confirmou a abertura do processo, que reporta à vitória francesa por 3-1 sobre a formação russa, em São Petersburgo, durante o qual vários adeptos entoaram cânticos racistas direcionados ao avançado francês Ousmane Dembélé e ao médio Paul Pogba.

Após o jogo, a FIFA tinha dito estar à espera de um relatório da FARE, uma organização não-governamental que luta contra a discriminação no futebol e tinha estado presente no estádio, com o diretor do organismo, Piara Powar, a explicar à AFP ter "preocupações" com o Mundial2018, que vai passar pelo estádio de São Petersburgo no verão.

O diretor do departamento de segurança da RFU, Alexei Tolkatchiov, considerou que "não foram ouvidos ou gravados quaisquer insultos deste tipo", em entrevista ao Sports Express, mas admitiu que em caso de confirmação a RFU poderia tomar uma ação.

O Mundial2018, na Rússia, decorre de 14 de junho a 15 de julho, com o Estádio de São Petersburgo a receber quatro jogos da fase de grupos, um dos oitavos de final, uma das meias-finais e o jogo de atribuição do terceiro lugar do torneio.

A informação mais vista

+ Em Foco

Em 9 de abril de 1918, a ofensiva alemã varre a resistência portuguesa. O dossier que se segue lança um olhar sobre o antes, o durante e o depois.

    Em Cuba, os Castro passam o testemunho do poder, que mantiveram durante quase 60 anos.

    Porto Santo tem em curso um projeto para se transformar na primeira ilha do planeta livre de combustíveis fósseis.

    Uma caricatura do mundo em que vivemos.