"Premier League". Man. United empata 0-0 com o Crystal Palace

por Mário Aleixo - RTP
Faltou eficácia aos "red devils" para levar de vencida o Crystal Palace Mike Hewitt-Epa

O Manchester United voltou a atrasar-se em relação ao líder Manchester City, ao empatar sem golos no terreno do Crystal Palace, na 29.ª jornada da I Liga inglesa de futebol, somando o quarto empate nos últimos cinco jogos.

Os "red devils" tiveram mais posse de bola, 60 por cento contra 40, mas a verdade é que não tiraram qualquer proveito disso e nunca foram capazes de romper a organização defensiva do Crystal Palace, cujo ataque fez dois remates enquadrados à baliza de Dean Henderson, contra um apenas do United em toda a partida.

Nem o internacional português Bruno Fernandes foi capaz de desbloquear o jogo ou desatar o nó para a equipa de Manchester, como tem feito noutras partidas ao longo da época com golos decisivos e que o colocam como segundo melhor marcador da Premier League, com 15 golos, só atrás do egípcio Mohamed Salah, do Liverpool, que soma 17, e à frente do internacional inglês Harry Kane, do Tottenham.

Com este empate, o Manchester United segue em segundo lugar, com 51 pontos, a 14 do rival Manchester City, que lidera com 65, e à frente do Leicester, terceiro classificado, com 50, e que também desperdiçou dois pontos na deslocação ao terreno do Burnley.

A equipa orientada por Brendan Rodgers, com o internacional português Ricardo Pereira no "onze", sofreu um golo logo aos quatro minutos, pelo avançado checo Matej Vidra, mas logrou empatar aos 34, pelo avançado nigeriano Kelechi Iheanacho, que hoje formou dupla no ataque com o internacional inglês Jamie Vardy, resultado que não sofreu alteração até ao final.

De assinalar a utilização de outro jogador português, o jovem Sidnei Tavares, de 19 anos, lançado por Brendan Rodgers aos 77 minutos, a render o médio Hamze Choudhury.

No outro jogo de quarta-feira da 29.ª jornada, o último classificado, o Sheffield United venceu na receção ao Aston Villa por 1-0, graças ao golo solitário do central David McGoldrick, aos 30 minutos, vantagem que segurou na segunda parte apesar de ter jogado com menos um elemento desde o minuto 57, quando o central Phil Jakielka viu o cartão vermelho direto.

O Aston Villa segue em nono lugar, com 39 pontos, enquanto o Sheffield United continua na última posição, com 14.
pub