André Geraldes e restantes detidos já estão no TIC do Porto

| Futebol Nacional

Os quatro detidos pela Polícia Judiciária no âmbito da operação `Cashball` de viciação de resultados de jogos da I Liga de futebol, suspeitos de atos de corrupção, chegaram pelas 14:15 ao Tribunal de Instrução Criminal, do Porto.

A Polícia Judiciária (PJ) deteve quatro pessoas na quarta-feira, incluindo o diretor para o futebol do Sporting, André Geraldes, e efetuou buscas na SAD do Sporting, em Lisboa, por "suspeitas de corrupção ativa", no âmbito de uma operação denominada `Cashball`.

Os detidos chegaram em quatro viaturas distintas cerca das 14:15 à porta do TIC do Porto, conforme a agência Lusa presenciou no local, tendo entrado nas instalações onde devem ser ouvidos hoje à tarde.

Entre os detidos, estão o diretor para o futebol do Sporting, André Geraldes, e os empresários Paulo Silva e João Gonçalves, além de Gonçalo Rodrigues, igualmente funcionário do clube leonino.

O futebolista do Vitória de Guimarães João Aurélio, que viu o seu nome envolvido, já negou qualquer participação num esquema de viciação de resultados em benefício do Sporting.

Também o Desportivo das Aves, cujo capitão foi citado em alegadas conversas no sentido de favorecer o Sporting, manifestou "surpresa quanto às notícias que envolvem Nélson Lenho", afirmando a total confiança no futebolista.

Por seu turno, o Clube Desportivo de Tondela, um dos clubes alegadamente visados na investigação, colocou-se hoje à disposição das autoridades competentes para a "colaboração total e inequívoca" nas investigações em curso de alegada viciação de resultados de jogos da I Liga de futebol.

Tópicos:

Desportivo, Gonçalo, Guiães, SAD, Sporting,

Pesquise por: Desportivo, Gonçalo, Guiães, SAD, Sporting,

A informação mais vista

+ Em Foco

A 15 de outubro de 2017, uma vaga de incêndios fez 50 mortos e dezenas de feridos. Reunimos aqui um conjunto de reportagens elaboradas um ano depois da catástrofe.

    Toda a informação sobre a União Europeia é agora agregada em novos conteúdos de serviço público que podem ser seguidos na página RTP Europa.

      Um terramoto de magnitude 7,5 e um tsunami varreram a ilha de Celebes, causando a morte de pelo menos duas mil pessoas. A dimensão da catástrofe é detalhada nesta infografia.

        O desaparecimento do jornalista saudita fragiliza a relação dos EUA com uma ditadura que lhe tem sido útil a combater o Irão e a manter os preços do petróleo.