Fernando Gomes felicita futebol feminino do Sporting por "brilhante conquista"

| Futebol Nacional

Legenda da Imagem
|

O presidente da Federação Portuguesa de Futebol (FPF), Fernando Gomes, felicitou o Sporting pela conquista do campeonato nacional de futebol feminino, uma "brilhante conquista" que coroa "um trabalho notável na promoção da modalidade".

"Foi uma brilhante conquista (...) num ano de renovação no principal campeonato feminino (...). Ao longo da temporada desportiva 2016/17, a equipa do Sporting deu provas de grande talento e qualidade. E o clube fez um trabalho notável na promoção da modalidade, batendo recordes de assistências no seu estádio", disse, citado na página da FPF na internet, na entrega do troféu às vencedoras.

O Sporting sagrou-se campeão nacional de futebol feminino pela primeira vez, ao golear o Boavista, no Porto, por 6-1, em jogo da 25.ª e penúltima jornada da liga.

A recém-criada equipa 'leonina' impôs-se no Parque de Jogos do Inatel, no Porto, com golos de Fátima Pinto (12 minutos), Tatiana Pinto (30), Diana Silva (33 e 40), Ana Capeta (68 e 71), enquanto Cláudia Lima marcou para o Boavista (79).

Com 71 pontos, mais três do que o Sporting de Braga, e com vantagem no confronto direto com as minhotas, o Sporting asseFernando Gomes felicita futebol feminino do Sporting por "brilhante conquista"

Redação, 20 mai (Lusa) -- O presidente da Federação Portuguesa de Futebol (FPF), Fernando Gomes, felicitou o Sporting pela conquista do campeonato nacional de futebol feminino, uma "brilhante conquista" que coroa "um trabalho notável na promoção da modalidade".

"Foi uma brilhante conquista (...) num ano de renovação no principal campeonato feminino (...). Ao longo da temporada desportiva 2016/17, a equipa do Sporting deu provas de grande talento e qualidade. E o clube fez um trabalho notável na promoção da modalidade, batendo recordes de assistências no seu estádio", disse, citado na página da FPF na internet, na entrega do troféu às vencedoras.

O Sporting sagrou-se campeão nacional de futebol feminino pela primeira vez, ao golear o Boavista, no Porto, por 6-1, em jogo da 25.ª e penúltima jornada da liga.

A recém-criada equipa 'leonina' impôs-se no Parque de Jogos do Inatel, no Porto, com golos de Fátima Pinto (12 minutos), Tatiana Pinto (30), Diana Silva (33 e 40), Ana Capeta (68 e 71), enquanto Cláudia Lima marcou para o Boavista (79).

Com 71 pontos, mais três do que o Sporting de Braga, e com vantagem no confronto direto com as minhotas, o Sporting assegura assim o seu primeiro título, sucedendo no historial de campeões ao Futebol Benfica, vencedor das duas últimas edições.

Fernando Gomes felicitou ainda as equipas que participaram na primeira edição da Liga Allianz.

"Os que entraram na liga em setembro de 2016 e os que competem há vários anos, formando talentos para as nossas seleções e realizando um trabalho persistente e paciente que prestigia o futebol português. A todos o nosso sincero agradecimento", concluiu.

gura assim o seu primeiro título, sucedendo no historial de campeões ao Futebol Benfica, vencedor das duas últimas edições.

Fernando Gomes felicitou ainda as equipas que participaram na primeira edição da Liga Allianz.

"Os que entraram na liga em setembro de 2016 e os que competem há vários anos, formando talentos para as nossas seleções e realizando um trabalho persistente e paciente que prestigia o futebol português. A todos o nosso sincero agradecimento", concluiu.

A informação mais vista

+ Em Foco

Os portugueses escolhem os seus representantes locais a 1 de outubro. Acompanhe aqui a campanha, os debates e toda a informação sobre as eleições Autárquicas.

    A Alemanha foi a votos com uma economia próspera. O reverso da medalha é a degradação de condições sociais para uma parte significativa da população.

      Em entrevista exclusiva ao "Olhar o Mundo" aquele que já foi o mais novo primeiro-ministro da União Europeia (2014-2016) aconselha Portugal a apostar nas novas tecnologias e na juventude do país.

      O ímpeto independentista ganhou força, motivado pela crise e pelas divergências em relação ao Estatuto da Autonomia da Catalunha.