Futebol de Lés a Lés

| Futebol Nacional
Futebol de Lés a Lés

Amarante já pensa nos lugares de subida ao futebol profissional.

O Amarante Futebol Clube vive dias tranquilos na Série B do Campeonato de Portugal mas não rejeita a possibilidade de poder lutar pelos lugares que dão aceso à subida aos campeonatos de futebol profissional.

Nesta edição de Futebol de Lés a Lés o treinador Pedro Pinto revelou que “a equipa nunca está confortável e quer sempre mais. Somos ambiciosos e olhamos sempre para cima, se possível para os dois primeiros lugares”.

Nesta altura o ganês e avançado Paul Ayongo tem mais de metade dos golos da equipa, um dado visto com naturalidade pelo técnico dos amarantinos: “É a imagem do que acontece no futebol e nos clubes que têm Bas Dost, Ronaldo e Messi só para dar alguns exemplos”.

Mas ainda sobre a prestação do dianteiro africano acrescentou: “Está bem e os golos dele tem sido importantes mas só possíveis porque o coletivo se tem mostrado forte”.

Sobre se o recrutamento deste e de outros jogadores africanos que integram a equipa é resultado de uma política planeada ou resulta das circunstâncias do mercado e da relação qualidade /preço dos atletas, Pedro Pinto respondeu: “É o resultado de uma observação feita ao longo de anos. A recente contratação do Romeu ao Varzim é o espelho disso. Procuramos encontrar sempre soluções dentro do nosso orçamento”.

A concluir o treinador revelou o resultado do trabalho que tem sido feito nos últimos cinco anos: “Só no ano passado tivemos um jogador que foi para a Bulgária e outro para a I Liga portuguesa”.

A informação mais vista

+ Em Foco

Entrevista exclusiva de Rui Rio à editora de política da RTP Luísa Bastos.

Abrir uma torneira e vê-la jorrar água. É um ato tão comum que nunca imaginamos um dia em que tal quadro possa desaparecer. Algo que está prestes a tornar-se realidade na África do Sul.

    Foram sinalizados casos de mutilação genital numa escola da Baixa da Banheira. Uma associação trabalha com turmas. Ainda há rapazes que defendem a "submissão" como "saudável".

      Uma caricatura do mundo em que vivemos.