I Liga. FC Porto-Benfica é o cartaz da 14.º ronda do campeonato

por Mário Aleixo - RTP
O futebol de campeonato está de volta já esta sexta-feira RTP

FC Porto e Benfica defrontam-se na sexta-feira, no jogo grande da 14.ª jornada da I Liga portuguesa de futebol, com o Sporting à espreita para tentar reforçar a liderança da prova.

Os "leões", que comandam o campeonato com quatro pontos de vantagem sobre "águias" e "dragões", que dividem o segundo posto, recebem horas antes o Rio Ave e podem ser um dos grandes beneficiados da ronda, mas, para isso, têm de bater a formação de Vila do Conde.

O duelo entre FC Porto e Benfica, no Estádio do Dragão, é o grande atrativo da jornada, com a equipa de Sérgio Conceição, em grande momento, a aparecer com algum favoritismo perante uma formação de Jorge Jesus que ainda não convenceu e que esta temporada já caiu perante o rival.

Os campeões nacionais atravessam a melhor fase da época, com 10 vitórias consecutivas em todas as competições, a última perante o Nacional da Madeira (4-2, após prolongamento), para a Taça de Portugal, e podem fazer história se conseguirem bater os encarnados.

Caso isso suceda, será o quinto triunfo consecutivo frente ao Benfica, algo que nenhuma das formações alcançou no ‘clássico’, em quase 90 anos de história.

Apesar de estarem empatados na tabela, com 31 pontos, a pressão parece estar do lado da equipa de Jorge Jesus, devido ao recente desaire com o FC Porto na Supertaça (2-0), num duelo em que os "dragões" foram claramente superiores, mas também ao nível exibicional cinzento demonstrado esta temporada, bem longe do prometido pelo técnico encarnado, numa época em que foi feito um investimento recorde na equipa, de quase 100 milhões de euros.

Além daqueles fatores, a história também parece não ajudar o Benfica, já que venceu na casa do FC Porto apenas quatro vezes nos últimos 30 anos, uma delas com Jorge Jesus, em 2014/15 (vitória por 2-0).

O clássico está agendado para as 21h00 e, nessa altura, FC Porto e Benfica já poderão estar a sete pontos da liderança, já que, horas antes (18h30), o Sporting recebe em Alvalade o Rio Ave, no jogo que arranca a ronda.

Sporting em alta

A equipa de Rúben Amorim continua invicta na I Liga (11 vitórias e dois empates), mas durante a semana sofreu a primeira derrota em provas nacionais, segunda em toda a temporada, ao ser eliminado pelo Marítimo (2-0), na Madeira, nos oitavos de final da Taça de Portugal.

Por essa razão, e além de poder distanciar-se dos principais rivais, o duelo de sexta-feira ganha ainda maior peso para o lado do emblema lisboeta, com o Sporting a querer regressar aos triunfos, embora o Rio Ave, nos últimos duelos, tenha dificultado muito a vida aos "leões".

A formação de Vila Conde, que também ficou de fora da Taça, com uma derrota caseira perante o Estoril Praia (2-1), líder da II Liga, saiu vitoriosa das últimas duas vezes que esteve em Alvalade, primeiro com um triunfo no campeonato (3-2) e depois na Taça da Liga (2-1), na época passada.

A passar por uma temporada conturbada, já com uma troca de treinadores, o Rio Ave segue no 10.º lugar, com 14 pontos.

SC Braga à espera

À espreita de um desaire do Sporting e também de um resultado interessante no clássico vai estar o Sporting de Braga, quatro posicionado, que no sábado vai ao campo do Paços de Ferreira medir forças com o quinto classificado e equipa surpresa da competição.

Para já, na Mata Real, esta temporada, apenas o Sporting conseguiu chegar à vitória, embora seja um terreno de boa memória para os bracarenses, com goleadas nas últimas três vezes que lá atuaram (5-1 em dois jogos e 4-1 em outro).

O Paços de Ferreira, que está a cinco pontos do Sporting de Braga e que tem apenas dois de vantagem sobre Vitória de Guimarães, sexto, com menos um jogo, não perde há quatro jogos para a I Liga, tendo mesmo vencido os dois últimos.

Praticamente imperial em casa, o cenário muda de figura nos jogos fora do Municipal de Braga, com a formação de Carlos Carvalhal a ter já três derrotas.

Outros duelos interessantes

Na luta pela Europa, também no sábado, o Vitória de Guimarães recebe o Farense, equipa que já esteve no último lugar e que na ronda anterior saiu da zona de despromoção.

Destaque ainda para o Boavista, penúltimo classificado, que ainda não venceu desde a chegada do treinador Jesualdo Ferreira e joga em Tondela, outro dos aflitos, e para o Famalicão, último classificado, que vai tentar dar um pontapé na crise nos Açores, perante o Santa Clara.

A ronda termina segunda-feira, com o Portimonense, que está no antepenúltimo lugar em igualdade pontual com Boavista e Famalicão, a receber o Belenenses SAD.

Programa da 14.ª jornada:


- Sexta-feira, 15 jan:


Sporting - Rio Ave, 18h30

FC Porto – Benfica, 21h00

- Sábado, 16 jan:


Paços de Ferreira - Sporting de Braga, 15h30

Vitória de Guimarães – Farense, 18h00

Tondela – Boavista, 20h30

- Domingo, 17 jan:


Nacional – Moreirense, 15h00

Santa Clara – Famalicão, 16h30 locais (17h30 em Lisboa)

Gil Vicente – Marítimo, 20h00

- Segunda-feira, 18 jan:


Portimonense - Belenenses SAD, 20h30
pub