Rui Vitória espera jogo difícil contra Chaves de "grande qualidade"

| Futebol Nacional

|

O treinador do Benfica elogiou hoje o Chaves, na antevisão da partida da segunda jornada da I Liga de futebol, mas reiterou a ambição dos `encarnados` em somar novo triunfo, depois do arranque vitorioso diante do Braga.

Na conferência de imprensa realizada no Estádio da Luz, Rui Vitória salientou a "grande organização defensiva e ofensiva" do conjunto orientado por Luís Castro.

"Espero um jogo naturalmente difícil", começou por dizer o técnico dos tetracampeões nacionais, enumerando de seguida as principais virtudes da equipa transmontana: "É uma equipa de qualidade, que assenta num 4x3x3, com um ataque posicional bem definido, que sabe percorrer o seu caminho e que vai também querer impor a sua forma de jogar."

Depois de ver Luís Castro perspetivar um jogo de "dificuldade máxima" com os `encarnados`, Rui Vitória recusou antecipar o 'onze` inicial e confirmou que, mesmo sem os lesionados Júlio César e Grimaldo, o Benfica será uma equipa fiel aos seus princípios e à sua identidade.

"Não vai mexer em nada com a nossa forma de estar, com uma grande vontade de ganhar, uma ambição muito grande e uma exigência enorme de nós próprios, acreditando muito no nosso valor", asseverou.

Embora o arranque do Benfica se tenha traduzido em dois triunfos convincentes sobre V. Guimarães e Braga, ambos por 3-1, Rui Vitória garantiu que os seus jogadores ainda estão longe da perfeição.

"Fizemos três golos em cada jogo e tivemos a possibilidade de fazer mais. Em relação ao processo defensivo, cometemos aqui ou ali um outro erro, mas algo perfeitamente normal. Foram jogos de uma exigência muito considerável, com duas equipas muito difíceis e que nos colocaram à prova. Não há perfeições, estamos a começar bem e estou satisfeito".

Um dos destaques do Benfica nesta fase da temporada tem sido o avançado suíço Seferovic, que marcou dois golos nas duas primeiras partidas. Questionado sobre a performance do reforço contratado ao Eintracht Frankfurt, Rui Vitória frisou não estar surpreendido ao ver o jogador corresponder às projeções que o clube da Luz tinha aquando da sua contratação.

"Não está a surpreender, porque quando fomos buscar o Seferovic foi neste sentido. Uma das coisas mais difíceis quando se contrata é projetar o que pode ser um jogador na nossa equipa. Ele, neste momento, tem condições para ter este rendimento. O futuro são os jogadores que o constroem. Agora está o Seferovic, mas para a frente poderá não estar", disse.

Já sobre a parceria do helvético com o brasileiro Jonas, o técnico, de 47 anos, enalteceu a capacidade de "trabalho" e a "disponibilidade" dos dois jogadores para aprenderem.

"Os dois estão muito motivados e também sentem que a equipa está feliz, o que acaba por ser uma simbiose muito boa, mas o Mitroglou e o Raúl também dão garantias", finalizou.

O jogo entre o Benfica e o Chaves, a contar para a segunda jornada da I Liga, está marcado para esta segunda-feira, às 21:00, no Estádio Municipal de Chaves, com arbitragem de Jorge Sousa (Associação de Futebol do Porto).

Tópicos:

Chaves, César Grimaldo,

Pesquise por: Chaves, César Grimaldo,

A informação mais vista

+ Em Foco

Os portugueses escolhem os seus representantes locais a 1 de outubro. Acompanhe aqui a campanha, os debates e toda a informação sobre as eleições Autárquicas.

    A deriva independentista do nacionalismo catalão está a revelar-se mais grave do que Madrid previa inicialmente. Temos posições que não permitem qualquer margem para diálogo e que conduziram o processo a um impasse.

    Um ensaio do LNEC e do Instituto Superior Técnico, no âmbito do KnowRisk, evidencia a importância da tomada de medidas preventivas. Veja os vídeos e compare os dois casos.

    A Alemanha aproxima-se da data do escrutínio de 24 de Setembro com uma economia próspera: muita exportação, muita construção, receitas fiscais abundantes, orçamentos públicos excedentários. O reverso da medalha é a degradação de condições sociais para uma parte significativa da população.