Grande Reportagem Antena1: "A fronteira de um nome"

| Grande Reportagem
Grande Reportagem Antena1: A fronteira de um nome

Foto: Antena1

A Grande Reportagem desta semana acompanha os primeiros instantes de quem, fugido da guerra, chega a Portugal para recomeçar a viver.


Até 2019 Portugal vai acolher mais 1.010 refugiados. O compromisso, anunciado plo Governo no final da semana passada, insere-se no programa de reinstalação do Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados. É o programa que veio dar seguimento à política de acolhimento da União Europeia, que desde 2015 trouxe para Portugal cerca de 1.700 pessoas, que fugiram da guerra e da repressão.

A dor da guerra deixa marcas difíceis de ultrapassar

Faozi é um refugiado sírio que perdeu uma filha e a ex-mulher na guerra. Chegou a Portugal em 2016, vive e trabalha em Miranda do Corvo, distrito de Coimbra. Com ele está Nura, a mulher, que também conseguiu fugir da guerra na Síria. O casal já teve uma filha em Portugal e quis dar-lhe um nome português: Lucinda. 

"A fronteira de um nome" é uma Grande Reportagem de Isabel Meira, que acompanha os primeiros instantes de quem chega e segue o dia-a-dia de quem recomeçou a vida em Portugal.

A informação mais vista

+ Em Foco

Nas eleições primárias, alguns dos mais conceituados senadores democratas foram vencidos por candidatos mais jovens, progressistas e, alguns deles, socialistas.

    Em 1995, dois estudantes desenvolveram um motor de pesquisa. Dois anos depois, Andy Bechtolsheim passou um cheque no valor de 100 mil dólares. Nesse dia, fez-se história: a Google nasceu.

      A Austrália enfrenta a maior seca de que há memória, afetando agricultores e criação de gado.