Grande Reportagem Antena1: "A fronteira de um nome"

| Grande Reportagem
Grande Reportagem Antena1: A fronteira de um nome

Foto: Antena1

A Grande Reportagem desta semana acompanha os primeiros instantes de quem, fugido da guerra, chega a Portugal para recomeçar a viver.


Até 2019 Portugal vai acolher mais 1.010 refugiados. O compromisso, anunciado plo Governo no final da semana passada, insere-se no programa de reinstalação do Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados. É o programa que veio dar seguimento à política de acolhimento da União Europeia, que desde 2015 trouxe para Portugal cerca de 1.700 pessoas, que fugiram da guerra e da repressão.

A dor da guerra deixa marcas difíceis de ultrapassar

Faozi é um refugiado sírio que perdeu uma filha e a ex-mulher na guerra. Chegou a Portugal em 2016, vive e trabalha em Miranda do Corvo, distrito de Coimbra. Com ele está Nura, a mulher, que também conseguiu fugir da guerra na Síria. O casal já teve uma filha em Portugal e quis dar-lhe um nome português: Lucinda. 

"A fronteira de um nome" é uma Grande Reportagem de Isabel Meira, que acompanha os primeiros instantes de quem chega e segue o dia-a-dia de quem recomeçou a vida em Portugal.

A informação mais vista

+ Em Foco

No mês do Mundial de futebol a RTP faz uma radiografia da vida na Rússia.

    Entrevista a António Mateus para o programa "Olhar o Mundo". Veja aqui.

    Um olhar aos altos e baixos da relação entre o Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, e o líder da Coreia do Norte, Kim Jong-un.

      A RTP esteve em 2017 no navio Aquarius, agora acolhido por Espanha com mais de 600 migrantes a bordo. Veja ou reveja a reportagem.