Passos desmente ter recusado alívio da dívida grega, como avançou Juncker

por Antena 1

Foto: Nicolas Bouvy - EPA

Pedro Passos Coelho nega que tenha recusado um perdão da dívida grega, por causa das eleições legislativas, ao contrário do que terá afirmado o presidente da Comissão Europeia.

Numa entrevista ao jornal belga, Le Soir, Jean-Claude Junker revelou que Portugal, Espanha e Irlanda manifestaram-se contra o agendamento da discussão sobre a sustentabilidade da dívida grega em outubro.
 
Ao fim da manhã, o primeiro-ministro sublinhou que esta tomada de posição nada teve a ver com o calendário eleitoral.
pub