FC Porto "proibido" de escolher próximo adversário

| Liga dos Campeões

Tarefa complicada esperra a equipa do FC Porto nos oitavos de final da Liga dos Campeões
|

A Roma, que o FC Porto afastou no "play-off" da época passada, é o adversário teoricamente mais apetecível para os portistas no sorteio dos oitavos de final da Liga dos Campeões em futebol, marcado para segunda-feira.

Ao concluírem o Grupo G no segundo posto, na quarta-feira, os "dragões" têm que defrontar um primeiro classificado, sendo que, além dos italianos, só podem escolher entre FC Barcelona, Paris Saint-Germain e quatro clubes ingleses (Manchester City, Manchester United, Tottenham e Liverpool).

Desta forma, parece claro que a Roma seria o adversário menos complicado para os portistas, que ainda têm bem presente o triunfo por 3-0 na capital italiana na segunda mão do "play-off" de 2016/17, após um empate a um golo no Dragão.

A 23 de agosto de 2016, o brasileiro Felipe e os mexicanos Layún e Corona, três elementos que continuam no plantel, selaram o triunfo no Olímpico de Roma, onde os locais ficaram cedo reduzidos a nove, após expulsões de De Rossi (39 minutos) e Emerson (50).
Outros notáveis
Entre os outros adversários, vários são velhos conhecidos do FC Porto, que em 2003/2004, rumo ao seu segundo título europeu, superou o Manchester United nos oitavos de final, com o atual técnico dos "red devils", José Mourinho, ao comando.

Depois disso, os ingleses, que esta época foram um dos carrascos do Benfica, vingaram-se nos "quartos" de 2008/09, ao empatarem em casa a dois e vencerem no Dragão por 1-0, graças a um golão de Cristiano Ronaldo.

O outro clube de Manchester, o City, defrontou o FC Porto recentemente a eliminar, em 2011/12, nos 16 avos de final da Liga Europa, com os ingleses a vencerem no Porto por 2-1 e, depois, a golearem em casa por 4-0, para um total de 6-1.

Face ao FC Barcelona, um dos responsáveis pela eliminação do Sporting, o derradeiro embate data de 2011, no Mónaco, onde os catalães bateram os "dragões" por 2-0, na supertaça Europeia, com tentos de Lionel Messi e Cesc Fàbregas.

A eliminar, o FC Porto já não defronta o Liverpool desde 2000/01, época em que os "reds" se superiorizaram aos azuis e brancos nos quartos de final da Taça UEFA, com um nulo nas Antas e uma vitória em Anfield Road por 2-0.

Na temporada 2007/08, na fase de grupos da "Champions", foi mais ao menos idêntico, com um 1-1 no Porto e um triunfo caseiro dos ingleses por 4-1.

Quanto ao Tottenham, é necessário recuar a 1991/92, na Taça das Taças: o búlgaro Kostadinov marcou em Londres, mas os "spurs" ganharam por 3-1, bastando-lhes depois empatar a zero no Porto para rumarem à terceira eliminatória.

O novo rico Paris Saint-Germain nunca se cruzou com o FC Porto a eliminar, mas há um historial de vários confrontos em fases de grupos da "Champions", a última em 2012/13: os "dragões" ganharam em casa por 1-0 e perderam fora por 2-1.

O Besiktas, a outra equipa vencedora de um agrupamento, não pode calhar ao FC Porto, já que as condicionantes do sorteio impedem que se defrontem equipas que mediram forças na fase de grupos ou conjuntos do mesmo país.



Além dos "dragões", fazem parte do pote dos segundos classificados o Basileia, que em dois jogos "cilindrou" o Benfica por 7-0, Bayern Munique, Chelsea, Juventus, Sevilha, Shakhtar Donetsk, de Paulo Fonseca, e o bicampeão em título Real Madrid, de Cristiano Ronaldo.

Os encontros dos oitavos de final realizam-se a 13, 14, 20 e 21 de fevereiro de 2018 (primeira mão) e 6, 7, 13 e 14 de março (segunda mão).
- Constituição dos potes para o sorteio dos oitavos de final da Liga dos Campeões:

Vencedores dos grupos

Manchester United, Ing

Paris Saint-Germain, Fra

Roma, Ita

FC Barcelona, Esp

Liverpool, Ing

Manchester City, Ing

Besiktas, Tur

Tottenham, Ing

Segundos classificados

Basileia, Sui

Bayern Munique, Ale

Chelsea, Ing

Juventus, Ita

Sevilha, Esp

Shakhtar Donetsk, Ucr

FC PORTO, POR

Real Madrid, Esp

A informação mais vista

+ Em Foco

A Redação da RTP votou sobre as figuras e acontecimentos mais destacados, a nível nacional e internacional. Veja aqui as escolhas.

    O embaixador russo em Lisboa afirma, em entrevista à RTP, que as declarações e decisões de Donald Trump sobre Jerusalém podem incendiar todo o Médio Oriente.

    Rui Rosinha, bombeiro de Castanheira de Pêra, sofreu queimaduras de terceiro grau e esteve dez horas à espera de ser internado. Foi operado 14 vezes e regressou a casa ao fim de seis meses.

    Uma caricatura do mundo em que vivemos.