Guarda-redes do Liverpool elogia FC Porto e prefere segunda mão em Anfield

| Liga dos Campeões

O guarda-redes Loris Karius considera que o Liverpool terá um jogo difícil na quarta-feira com o FC Porto, no Estádio do Dragão, na Liga dos Campeões de futebol, mas que a segunda mão em casa pode ser benéfica.

"Eles jogam bom futebol, mas vamos determinados em conseguir um bom resultado na primeira mão. Ter o segundo jogo em casa pode ser uma vantagem real para nós, mas para que o seja temos que nos colocar em boa posição", disse Karius, em declarações à página oficial dos 'reds'.

O guarda-redes alemão, titular nos últimos jogos do Liverpool, justificou que a visita ao Dragão, em jogo que terá início às 19:45 de quarta-feira, poderá ser benéfica, se os 'reds' marcarem fora e não sofrerem golos.

"Temos jogos importantes em calendário e agora é importante manter esta forma. Queremos ir o mais longe possível na Liga dos Campeões", acrescentou.

Também em declarações à página do clube, o médio holandês Wijnaldum falou em relação ao jogo com o FC Porto, dentro da mesma linha de pensamento, em que a primeira mão não decidirá, mas poderá influenciar.

"Na primeira mão a ver se garantimos um bom resultado para a segunda. É o que temos que fazer, sabemos que não ganhamos num único jogo. Podemos ver em outros jogos e com outros clubes as coisas estranhas que acontecem", referiu.

O médio holandês acabou por lembrar a eliminatória da última época entre Paris Saint-Germain e FC Barcelona, em que os franceses venceram o primeiro jogo por 4-0 e perderam, e foram eliminados, em Camp Nou, por 6-1.

O jogador desvalorizou também o facto de jogar a segunda mão em Anfield Road, mas considerou que marcar fora poderá ser um bom indicador, por contar mais do que se o fizer em casa.

"Vamos tentar marcar, mas é o que tentamos em todos os jogos. Não posso que vamos mudar muito, vamos fazer o que temos feito em toda a época", assinalou Wijnaldum.

O jogo entre FC Porto e Liverpool, da primeira mão dos oitavos de final da Liga dos Campeões, disputa-se na quarta-feira no Estádio do Dragão (19:45), com arbitragem do italiano Daniele Orsato.

A informação mais vista

+ Em Foco

No 20.º aniversário da Exposição Universal sobre os Oceanos, a Antena 1 e a RTP estiveram à conversa com alguns dos protagonistas do evento.

    Um dos mais conceituados politólogos sul-coreanos revelou à RTP o modo de pensar e agir de Pyongyang.

    Portugal foi oficialmente um país neutro na 2ª guerra Mundial. Mas isso não impediu que quase mil portugueses tivessem sido deportados, feitos prisioneiros ou escravos pelos nazis.

      Uma caricatura do mundo em que vivemos.