Dakar2018: Mário Patrão de fora da 40ª edição devido a apendicite

| Motores

Legenda da Imagem
|

O motard português Mário Patrão (KTM) vai falhar a 40ª edição do Rali Dakar, que começa no sábado em Lima, Peru, depois de ter sido hospitalizado devido a uma apendicite aguda, foi hoje anunciado.

Em comunicado, a assessoria de imprensa do piloto de Seia explicou que Patrão foi "submetido de urgência a uma cirurgia", depois de ter sentido "uma forte dor abdominal na manhã de dia 31 de dezembro de 2017", tendo ficado internado no Hospital de Viseu, com uma "perfuração no intestino".

Depois de uma cirurgia "na qual foi extraído o apêndice", o motard espera agora alta hospitalar e explicou, citado em comunicado, que o sentimento "é de tristeza e frustração".

"Considero que fizemos um bom trabalho de preparação, mas infelizmente não vou conseguir estar à partida. Resta-me levantar a cabeça e continuar a lutar com todas as minhas forças", apontou o piloto, que ia para a sexta participação no Dakar.

Patrão ia alinhar na sua sexta edição, aos comandos de uma KTM de fábrica, com o objetivo do 'top 10', feito de que ficou próximo em 2016, quando terminou em 13.º.


A informação mais vista

+ Em Foco

Raptos e assassínios de opositores em países estrangeiros, levados a cabo pelos serviços secretos, têm um longo historial.

Logo após a recuperação das armas roubadas, o ex-chefe do Estado-Maior do Exército proibiu a PJ de entrar na base de Santa Margarida.

    Toda a informação sobre a União Europeia é agora agregada em novos conteúdos de serviço público que podem ser seguidos na página RTP Europa.

      Um terramoto de magnitude 7,5 e um tsunami varreram a ilha de Celebes, causando a morte de pelo menos duas mil pessoas. A dimensão da catástrofe é detalhada nesta infografia.