Afeganistão. Atentado em mesquita faz 62 mortos

por RTP

Várias explosões numa mesquita no leste do Afeganistão fizeram desabar o tecto de uma mesquita, matando pelo menos 62 pessoas e ferindo uma centena.

O porta-voz do governador da província de Nangarhar, citado pela agência Reuters, afirmou que tinham sido colocados engenhos explosivos dentro da mesquita de Jawdara, no distrito de Haska Mena. Esses engenhos causaram várias explosões e derrubaram o tecto, causando numerosos mortos e feridos.

Um membro do conselho provincial de Nangarhar disse ainda que há uma escavadora a trabalhar para retirar os corpos de entre as ruínas e que o número de mortos irá provavelmente aumentar.

Malik Mohammadi Gul Shinwari, uma autoridade tribal da localidade, acrescentou que a mesquita tinha ficado completamente destruída.

Embora ninguém tenha ainda reivindicado o atentado, o Governo de Cabul acusou os talibans da sua autoria e disse que se tratara de um atentado suicida.

Por seu lado, Suhail Shaheen, um porta-voz dos talibans, negou qualquer responsabilidade no atentado e apresentou uma versão diferente, invocando testemunhas que terão visto um ataque de morteiros contra a mesquita.