Amnistia Internacional acusa farmacêuticas de criarem crise de direitos humanos sem precedentes

por Antena 1

EPA

A organização de direitos humanos Amnistia Internacional lamenta que os laboratórios recusem abrir mão da propriedade intelectual nas vacinas contra a Covid. Para a ONG, esta atuação impede o fornecimento aos países mais pobres.

Paulo Fontes lamenta que os laboratórios recusem abrir mão da propriedade inteletual nas vacinas contra a Covid, o que impede o fornecimento aos países mais pobres.


pub