Angola rejeita acordo com União Europeia para observação das eleições

| Mundo
Angola rejeita acordo com União Europeia para observação das eleições

A ver: Angola rejeita acordo com União Europeia para observação das eleições

O Governo angolano recusou o pedido da União Europeia para um memorando de entendimento prévio para observar as eleições gerais de 23 de agosto.

O ministro das Relações Exteriores de Angola, disse que Luanda não vai assinar qualquer memorando com a União Europeia ou outra organização internacional.

O chefe da diplomacia angolana esclareceu que nenhuma organização forçou a observação das eleições e que apenas a União Europeia, sugeriu a assinatura de um acordo.

O ministro informou que o memorando proposto pela União Europeia previa a circulação e visita dos observadores em todo o território nacional e exigia segurança, elemento com o qual o Governo angolano se comprometeu

A informação mais vista

+ Em Foco

No 20.º aniversário da Exposição Universal sobre os Oceanos, a Antena 1 e a RTP estiveram à conversa com alguns dos protagonistas do evento.

    Em 9 de abril de 1918, a ofensiva alemã varre a resistência portuguesa. O dossier que se segue lança um olhar sobre o antes, o durante e o depois.

      Portugal foi oficialmente um país neutro na 2ª guerra Mundial. Mas isso não impediu que quase mil portugueses tivessem sido deportados, feitos prisioneiros ou escravos pelos nazis.

        Uma caricatura do mundo em que vivemos.