Angola rejeita acordo com União Europeia para observação das eleições

| Mundo
Angola rejeita acordo com União Europeia para observação das eleições

A ver: Angola rejeita acordo com União Europeia para observação das eleições

O Governo angolano recusou o pedido da União Europeia para um memorando de entendimento prévio para observar as eleições gerais de 23 de agosto.

O ministro das Relações Exteriores de Angola, disse que Luanda não vai assinar qualquer memorando com a União Europeia ou outra organização internacional.

O chefe da diplomacia angolana esclareceu que nenhuma organização forçou a observação das eleições e que apenas a União Europeia, sugeriu a assinatura de um acordo.

O ministro informou que o memorando proposto pela União Europeia previa a circulação e visita dos observadores em todo o território nacional e exigia segurança, elemento com o qual o Governo angolano se comprometeu

A informação mais vista

+ Em Foco

No centro do país, pelo menos 30 mil hectares arderam nos últimos dias. As imagens da NASA permitem ver a evolução dos fogos que afetaram a região centro do país.

    Hotéis de luxo e restaurantes de autor crescem ao lado de quem vive sem água ou luz. A Comporta tem um novo proprietário que quer transformar aquela zona num local para estrangeiros ricos.

    O Parque das Nações vai receber as duas semifinais e a final nos dias 8, 10 e 12 de maio do próximo ano. Já o festival português vai decorrer em Guimarães.

    Natalidade, envelhecimento, turismo, agricultura, emigração, pobreza, saúde, desigualdades. A caminho das autárquicas a Antena 1 fixa o país em 20 retratos.