António Costa pretende um "Brexit" ordenado após as eleições no Reino Unido

por Antena 1

As eleições no Reino Unido deram maioria absoluta ao partido conservador. António Costa exige agora uma saída ordenada do Reino Unido da União Europeia.

Ainda só com os números das projeções o primeiro-ministro português, António Costa, dizia querer que agora o “Brexit” aconteça de forma ordenada e não caótica.

"Tendo que haver Brexit, que seja um Brexit devidamente negociado, acordado (e) preparado", afirmou o primeiro-ministro, considerando que, nesse sentido, "é claro que é um alívio", porque de outra forma, teria "consequências, quer para os direitos dos cidadãos, quer para as empresas", e isso "seria extremamente negativo".

O primeiro-ministro não arrisca a dizer que, a partir de agora seja possível que haja uma saída antes do dia 31 de janeiro, pois "depende de vários fatores", não só internos, mas também, a nível europeu, com a necessária aprovação final do acordo de saída no Parlamento Europeu.

"Agora vamos aguardar pelo resultado final das eleições e vamos ver se o novo Parlamento aprova finalmente o acordo. Como se sabe, este é o quarto acordo que a União Europeia negoceia com o Reino Unido. Portanto espero que a quarta seja de vez", concluiu.
pub