Ataque à faca em Paris foi ato isolado

por RTP

Em França, o Procurador anti-terrorismo garante que o atacante da passada sexta feira, em Paris, agiu sozinho e sem qualquer influência de um grupo terrorista.

Todos os detidos foram libertados por se ter comprovado que desconheciam as intenções do jovem paquistanês.

O homem acabou por confessar que tem 25 anos e não 18.

Os investigadores concluíram que premeditou o ataque.

Esteve no local por três vezes antes da passada sexta feira.

Comprou um cutelo, um martelo e três garrafas de diluente, e feriu dois jornalistas da produtora de televisão, no mesmo edifício da antiga sede do jornal Charlie Hebdo.

No interrogatório o jovem paquistanês confessou ter-se irritado com a republicação das caricaturas ao profeta Maomé.

Será agora presente a um juiz de instrução para ouvir as medidas de coação.

Um dos feridos continua internado em estado grave, com várias fraturas no crânio.
pub