Bióloga marinha norte-americana distinguida com Prémio Princesa das Astúrias da Concórdia 2018

| Mundo

A bióloga marinha norte-americana Sylvia Earle foi distinguido hoje em Oviedo (Espanha) com o Prémio Princesa das Astúrias da Concórdia 2018, pelo sua dedicação, durante mais de seis décadas, à exploração e investigação dos oceanos.

O júri do prémio distinguiu o papel da bióloga norte-americana na exploração e investigação dos oceanos, no conhecimento dos fundos marinhos e na conservação integral dos mares, que se converteram num dos desafios ambientais dos nossos tempos.

Conhecida como a "Dama das Profundidades, o seu amplo trabalho foi "fundamental" para a tomada de consciência da importância do oceanos como uma riqueza comum, em risco grave pela acumulação de plásticos e outros produtos que ameaçam a saúde humana e a biodiversidade, observa o jurado.

Tópicos:

Princesa Astúrias Concórdia Oviedo,

A informação mais vista

+ Em Foco

Neste Manual do Brexit, explicamos em 12 pontos o que está em causa e os cenários que se colocam.

    Rosa Luxemburgo, "uma das melhores cabeças do socialismo internacional", foi assassinada há 100 anos.

      Toda a informação sobre a União Europeia é agora agregada em conteúdos de serviço público. Notícias para acompanhar diariamente na página RTP Europa.

        Em cada uma destas reportagens ficaremos a conhecer as histórias de pessoas ou de projectos que, por alguma razão, inspiram ou surpreendem.