Bióloga marinha norte-americana distinguida com Prémio Princesa das Astúrias da Concórdia 2018

| Mundo

A bióloga marinha norte-americana Sylvia Earle foi distinguido hoje em Oviedo (Espanha) com o Prémio Princesa das Astúrias da Concórdia 2018, pelo sua dedicação, durante mais de seis décadas, à exploração e investigação dos oceanos.

O júri do prémio distinguiu o papel da bióloga norte-americana na exploração e investigação dos oceanos, no conhecimento dos fundos marinhos e na conservação integral dos mares, que se converteram num dos desafios ambientais dos nossos tempos.

Conhecida como a "Dama das Profundidades, o seu amplo trabalho foi "fundamental" para a tomada de consciência da importância do oceanos como uma riqueza comum, em risco grave pela acumulação de plásticos e outros produtos que ameaçam a saúde humana e a biodiversidade, observa o jurado.

Tópicos:

Princesa Astúrias Concórdia Oviedo,

A informação mais vista

+ Em Foco

Um terramoto de magnitude 7,5 e um tsunami varreram a ilha de Celebes, causando a morte de pelo menos duas mil pessoas. A dimensão da catástrofe é detalhada nesta infografia.

    Em entrevista exclusiva à RTP, Flávio, um dos filhos de Jair Bolsonaro, afirmou que o candidato do PT Fernando Haddad devia juntar-se a Lula da Silva.

    Na Venezuela, os sequestros estão a aumentar. Em Caracas, só este ano foram raptadas 107 pessoas.

      Faltam seis meses para a saída do Reino Unido da União Europeia. Dia 29 de março de 2019 é a data para o divórcio. A RTP agrega aqui uma série de reportagens sobre o que o Brexit pode significar.