Bomba da Segunda Guerra por explodir encerra aeroporto Cidade de Londres

| Mundo

|

O aeroporto Cidade de Londres foi hoje encerrado, temporariamente, após a descoberta de uma bomba da Segunda Guerra Mundial numa doca do rio Tamisa, situada a poucos metros da única pista de aterragem.

Segundo as autoridades locais, o pequeno aeroporto permanecerá encerrado enquanto durarem as operações de remoção do engenho explosivo. "Um perímetro de segurança foi introduzido como mera precaução", esclareceu em comunicado a direção do aeroporto.

O aeroporto Cidade de Londres, o mais próximo do centro da capital britânica, opera fundamentalmente voos nacionais, tendo sido inaugurado em 1988 com o intuito de facilitar o acesso ao centro financeiro da capital britânica. É considerado o quinto aeroporto do Reino Unido em movimento de passageiros e aeronaves.

Milhares de bombas caíram em Londres durante o "Blitz" liderado pela Luftwaffe, a Força Aérea Alemã, entre setembro de 1940 e maio de 1941. Nos últimos anos têm sido frequentes as descobertas de engenhos por explodir, sobretudo junto às docas do Tamisa, um dos locais mais visados pela aviação alemã.

A informação mais vista

+ Em Foco

Uma semana após a extinção do incêndio de Monchique, a televisão pública esteve no barlavento algarvio com uma emissão especial sobre o cíclico flagelo dos incêndios e as alterações climáticas.

    Fãs de Aretha Franklin homenagearam a icónica cantora norte-americana em várias cidades dos Estados Unidos. A rainha da Soul morreu na manhã de quinta-feira na sua casa em Detroit.

      Uma parte central da Ponte Morandi, em Génova, Itália, desabou na manhã de terça-feira durante uma tempestade. Morreram dezenas de pessoas.

        Há uma nova rota turística pela cidade de Lisboa, baseada em memórias de lisboetas mais antigos. São beneficiários da Associação Mais Proximidade Melhor Vida.