Bomba da Segunda Guerra por explodir encerra aeroporto Cidade de Londres

| Mundo

|

O aeroporto Cidade de Londres foi hoje encerrado, temporariamente, após a descoberta de uma bomba da Segunda Guerra Mundial numa doca do rio Tamisa, situada a poucos metros da única pista de aterragem.

Segundo as autoridades locais, o pequeno aeroporto permanecerá encerrado enquanto durarem as operações de remoção do engenho explosivo. "Um perímetro de segurança foi introduzido como mera precaução", esclareceu em comunicado a direção do aeroporto.

O aeroporto Cidade de Londres, o mais próximo do centro da capital britânica, opera fundamentalmente voos nacionais, tendo sido inaugurado em 1988 com o intuito de facilitar o acesso ao centro financeiro da capital britânica. É considerado o quinto aeroporto do Reino Unido em movimento de passageiros e aeronaves.

Milhares de bombas caíram em Londres durante o "Blitz" liderado pela Luftwaffe, a Força Aérea Alemã, entre setembro de 1940 e maio de 1941. Nos últimos anos têm sido frequentes as descobertas de engenhos por explodir, sobretudo junto às docas do Tamisa, um dos locais mais visados pela aviação alemã.

A informação mais vista

+ Em Foco

No 20.º aniversário da Exposição Universal sobre os Oceanos, a Antena 1 e a RTP estiveram à conversa com alguns dos protagonistas do evento.

    Um dos mais conceituados politólogos sul-coreanos revelou à RTP o modo de pensar e agir de Pyongyang.

    Portugal foi oficialmente um país neutro na 2ª guerra Mundial. Mas isso não impediu que quase mil portugueses tivessem sido deportados, feitos prisioneiros ou escravos pelos nazis.

      Uma caricatura do mundo em que vivemos.