Cardeal António Marto celebra missa que encerra peregrinação de jovens em Compostela

por Lusa

O cardeal António Marto, bispo emérito de Leiria-Fátima, preside hoje à missa que assinala o encerramento da Peregrinação Europeia da Juventude (PEJ2022), em Santiago de Compostela, Espanha, na qual é enviado especial do Papa Francisco.

A eucaristia dominical realiza-se no Monte del Gozo, pelas 10:00 (09:00 em Lisboa).

Segundo a organização, a PEJ2022 acolheu, de quarta-feira até hoje, cerca de 12 mil jovens vindos de diferentes países europeus em peregrinação pelos 11 roteiros do Caminho de Santiago.

Além dos jovens estão ainda presentes 55 bispos de Espanha, Itália e Portugal, 370 sacerdotes e 400 membros que se dedicam à "vida consagrada".

O programa de atividade da PEJ incluiu, além dos períodos de formação e oração, momentos de lazer com oficinas, espetáculos, concertos e visitas culturais.

No sábado, aquando da sua receção no Convento de Santo Domingo de Bonaval, o cardeal António Marto disse, num discurso de 15 minutos, que a peregrinação mostra que os jovens querem ser "construtores da paz" num "momento crítico", nomeadamente de pós-pandemia e guerra.

"Podemos dizer todos juntos, em voz alta, para que nos ouçam: viemos a Compostela para nos encontrarmos, para partilhar a nossa fé, mas também unidos pelo mesmo propósito: queremos ser construtores de paz. Unidos pela mesma fé, pela mesma solidariedade e pela mesma responsabilidade, queremos ser construtores de um mundo sem guerras, sem ódio, sem discriminação racial, um mundo fraterno, onde ninguém é deixado para trás", afirmou.

O bispo emérito de Leiria-Fátima lembrou que daqui a um ano, na primeira semana de agosto, terá lugar em Lisboa a Jornada Mundial da Juventude 2023 (JMJ2023).

"A peregrinação dos jovens europeus a Santiago é já uma etapa a caminho de Lisboa. Quero reiterar aqui o convite aos jovens da Galiza, de Espanha e de toda a Europa em nome do nosso amado Papa Francisco, a partir de agora, temos um encontro marcado em Lisboa. Esperamos lá por vocês com todo o coração e de braços abertos", terminou.

Também no local, os jovens ouvidos pela Lusa contaram que a peregrinação foi uma "experiência única", mas sobretudo uma "rampa de lançamento" para a JMJ2023.

Lisboa foi a cidade escolhida pelo Papa Francisco para a próxima edição da Jornada Mundial da Juventude, que vai decorrer entre os dias 01 e 06 de agosto de 2023, prevendo-se a participação de centenas de milhares de jovens e do Papa Francisco, com as principais cerimónias a terem lugar no Parque Tejo, a norte do Parque das Nações, na margem ribeirinha do Tejo, em terrenos dos concelhos de Lisboa e Loures.

pub