China aprova reestruturação do governo

| Mundo

A Assembleia Nacional Popular (ANP), órgão máximo legislativo da China, aprovou hoje o plano de reestruturação estatal que afeta 11 ministérios do governo comunista.

Na sessão plenária, na qual está prevista a votação dos cargos de presidente e vice-presidente do país, a ANP aprovou a reorganização governamental com 2.966 votos a favor (99,8% do tal), dois contra e duas abstenções, informa a agência EFE.

O plano de reforma estatal, apresentado na terça-feira e debatido pelos legisladores da ANP ao longo desta semana, prevê, entre outras mudanças, a criação dos ministérios dos Assuntos dos Veteranos, que "visa proteger os direitos e interesses legítimos do pessoal militar", e de Gestão de Desastres Naturais e de Emergências.

O Ministério da Cultura passa a incluir também o Turismo, enquanto o Ministério da Terra e Recursos será designado de Recursos Naturais.

Entre outras alterações está, anda, a fusão dos reguladores da banca e seguros, com o objetivo de aumentar a estabilidade financeira desta segunda economia mundial.

No plano, o Ministério de Supervisão deixa de existir, dado que será elevado a Comissão Nacional de Supervisão, acumulando poderes comparados aos do executivo, legislativo ou judicial.

No total, o Governo chinês passa a ter 26 ministérios, segundo noticiou a agência noticiosa oficial Xinhua na terça-feira.

A proposta, cuja aprovação era quase certa tendo em conta que a Assembleia chinesa nunca recusou um documento, prevê igualmente a criação da Administração Estatal da Imigração, que ficará encarregue dos cidadãos estrangeiros que trabalham na China.

Será também criada a Agência de Cooperação Internacional, para que a ajuda prestada por Pequim além-fronteiras "seja uma parte chave da diplomacia" chinesa.

Tópicos:

Estatal, Veteranos,

A informação mais vista

+ Em Foco

Uma semana após a extinção do incêndio de Monchique, a televisão pública esteve no barlavento algarvio com uma emissão especial sobre o cíclico flagelo dos incêndios e as alterações climáticas.

    Fãs de Aretha Franklin homenagearam a icónica cantora norte-americana em várias cidades dos Estados Unidos. A rainha da Soul morreu na manhã de quinta-feira na sua casa em Detroit.

      Uma parte central da Ponte Morandi, em Génova, Itália, desabou na manhã de terça-feira durante uma tempestade. Morreram dezenas de pessoas.

        Há uma nova rota turística pela cidade de Lisboa, baseada em memórias de lisboetas mais antigos. São beneficiários da Associação Mais Proximidade Melhor Vida.