China quer ajudar a modernizar exército de Timor-Leste, garante embaixador chinês

| Mundo

|

A China está disposta a ajudar a modernizar as Forças de Defesa de Timor-Leste (Falintil), garantiu o embaixador chinês em Díli, após doar material logístico ao exército timorense.

De acordo com um comunicado, o embaixador Xiao Jianguo disse que o material ia contribuir para reforçar a capacidade do exército timorense e melhorar as condições de vida de oficiais e soldados.

As declaraçõe do diplomata foram proferidas numa cerimónia realizada, na quarta-feira, no quartel-general das Falintil.

A nota, publicada na página da embaixada da China em Timor-Leste, não referiu que tipo de materiais foram doados, nem qual o valor.

Xiao Jianguo acrescentou que a cooperação na área da defesa é uma parte importante dos laços entre os dois países e que a China está disposta "na medida das suas possibilidades" a ajudar a modernizar as Falintil.

Na mesma ocasião, o Ministro da Defesa de Timor-Leste, Filomeno Paixão, disse que a modernização das Falintil é uma das prioridades para o desenvolvimento do país, indicou o mesmo comunicado.

Filomeno Paixão manifestou esperança num reforço futuro da cooperação com a China na área da defesa, um desejo partilhado também pelo chefe do Estado-Maior General das Forças Armadas, Lere Anan Timur.

Tópicos:

Macau,

A informação mais vista

+ Em Foco

A RTP ouviu os seis lideres partidários sobre temas que escapam aos programas políticos e que contribuem para definir o perfil dos candidatos.

    Uma sondagem da Universidade Católica aponta para o fim da hegemonia laranja na Madeira, apesar da vitória do PSD nas regionais (38%) do próximo domingo.

    Na semana em que se assinala o início da II Guerra Mundial, a RTP conta histórias de portugueses envolvidos diretamente no conflito.

      Em cada uma destas reportagens ficaremos a conhecer as histórias de pessoas ou de projectos que, por alguma razão, inspiram ou surpreendem.