Cisjordânia, incerteza permanente

| Mundo
Cisjordânia, incerteza permanente

Foto: José Manuel Rosendo - Antena 1

A incerteza da vida na Cisjordânia ocupada pode significar acordar e ter de fazer um caminho diferente do habitual. Foi o que aconteceu na aldeia de Beita, onde os habitantes acordaram com a entrada principal cortada.

Nesta aldeia de 15 mil habitantes também houve manifestações e o exército israelita respondeu com o bloqueio da estrada. Os habitantes dizem que não foi a primeira vez.

O problema acabou por ser resolvido algumas horas depois e o presidente da Câmara local explicou que a Autoridade Palestiniana conseguiu desbloquear a a questão junto das autoridades israelitas. A reportagem é do enviado especial da Antena 1 José Manuel Rosendo.

A informação mais vista

+ Em Foco

Uma semana após a extinção do incêndio de Monchique, a televisão pública esteve no barlavento algarvio com uma emissão especial sobre o cíclico flagelo dos incêndios e as alterações climáticas.

    Fãs de Aretha Franklin homenagearam a icónica cantora norte-americana em várias cidades dos Estados Unidos. A rainha da Soul morreu na manhã de quinta-feira na sua casa em Detroit.

      Uma parte central da Ponte Morandi, em Génova, Itália, desabou na manhã de terça-feira durante uma tempestade. Morreram dezenas de pessoas.

        Há uma nova rota turística pela cidade de Lisboa, baseada em memórias de lisboetas mais antigos. São beneficiários da Associação Mais Proximidade Melhor Vida.