Cisjordânia, incerteza permanente

| Mundo
Cisjordânia, incerteza permanente

Foto: José Manuel Rosendo - Antena 1

A incerteza da vida na Cisjordânia ocupada pode significar acordar e ter de fazer um caminho diferente do habitual. Foi o que aconteceu na aldeia de Beita, onde os habitantes acordaram com a entrada principal cortada.

Nesta aldeia de 15 mil habitantes também houve manifestações e o exército israelita respondeu com o bloqueio da estrada. Os habitantes dizem que não foi a primeira vez.

O problema acabou por ser resolvido algumas horas depois e o presidente da Câmara local explicou que a Autoridade Palestiniana conseguiu desbloquear a a questão junto das autoridades israelitas. A reportagem é do enviado especial da Antena 1 José Manuel Rosendo.

A informação mais vista

+ Em Foco

Raptos e assassínios de opositores em países estrangeiros, levados a cabo pelos serviços secretos, têm um longo historial.

Logo após a recuperação das armas roubadas, o ex-chefe do Estado-Maior do Exército proibiu a PJ de entrar na base de Santa Margarida.

    Toda a informação sobre a União Europeia é agora agregada em novos conteúdos de serviço público que podem ser seguidos na página RTP Europa.

      Um terramoto de magnitude 7,5 e um tsunami varreram a ilha de Celebes, causando a morte de pelo menos duas mil pessoas. A dimensão da catástrofe é detalhada nesta infografia.