Colômbia regista 367 mortes e 10.199 novos casos em 24 horas

por Lusa
Luisa Gonzalez - Reuters

A Colômbia registou 367 mortes e 10.199 novos casos da covid-19 nas últimas 24 horas, informou na segunda-feira o Ministério da Saúde colombiano.

Os últimos números elevam o total de mortes para 11.017 e o de casos confirmados para 327.850.

Nesta segunda-feira, foram feitos 38.135 testes, elevando o número total de amostras recolhidas no país durante quase cinco meses para 1.685.530, num país com cerca de 50 milhões de habitantes.

Os principais surtos da pandemia continuam a ser Bogotá, com 111.294 casos positivos; Atlântico (54.434), Antioquia (40.927), Valle del Cauca (27.120), Bolívar (19.209), Cundinamarca (10.032), Narino (8.431), Magdalena (7.063), Córdoba (6.941) e Sucre (6.326).

A Colômbia recebeu na segunda-feira dois donativos internacionais, do Governo do Japão e da União Europeia (UE), para reforçar os cuidados de saúde contra a pandemia.

O Governo japonês doou 4,7 milhões de dólares (4 milhões de euros) para a compra de equipamento médico para reforçar a rede hospitalar em 12 dos 32 departamentos do país, enquanto a UE forneceu 500.000 euros em ajuda humanitária a pessoas vulneráveis no departamento da Amazónia, que é habitado principalmente por populações indígenas.

A pandemia de covid-19 já provocou mais de 689 mil mortos e infetou mais de 18,1 milhões de pessoas em 196 países e territórios, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 1.738 pessoas das 51.569 confirmadas como infetadas, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Depois de a Europa ter sucedido à China como centro da pandemia em fevereiro, o continente americano é agora o que tem mais casos confirmados e mais mortes.

Tópicos
pub