Reportagem
|

Covid-19. A situação ao minuto do novo coronavírus no país e no mundo

por RTP

José Coelho - Lusa

Acompanhamos aqui todos os desenvolvimentos sobre a propagação do SARS-CoV-2 à escala internacional.

Mais atualizações

VEJA A INFOGRAFIA COM TODOS OS DADOS ATUALIZADOS DA SITUAÇÃO EM PORTUGAL. CLIQUE AQUI


22h53 - Brasil contabiliza mais 307 mortes

Nas últimas 24 horas o Brasil registou mais 307 mortes e 17.246 novos casos de infeção.

No total morreram no país 190.795 pessoas e foram infetadas 7.465.806 desde o início da pandemia.

Segundo dados do Governo brasileiro, 6.475.466 pessoas já recuperaram da infeção por Covid-19.

23h23 - Vacina da Universidade de Oxford no Reino Unido a partir de 4 de janeiro

O Sunday Telegraph avança que o Reino Unido irá lançar a vacina da Universidade de Oxford a partir de 4 de janeiro. A vacina desenvolvida em conjunto com a farmacêutica AstraZeneca deverá ser aprovada pelo regulador britânico nos próximos dias.

21h38 - Primeiros casos da nova variante no Canadá

As autoridades de Ontário confirmaram este sábado que foram confirmados dois casos da nova variante de Covid-19 no país.

O casal reside em Ontário, não viajou recentemente e não teve nenhum contacto de alto risco.

20h49 - Primeira vacina administrada em Portugal às 10h00

A primeira vacina em solo português será administrada às 10h00 no Hospital de São João, no Porto.
20h43 - PSP garante segurança das vacinas

A PSP será responsável pela segurança nos centros hospitalares durante a vacinação. Cabe à polícia garantir que as vacinas não serão roubadas nem desviadas.

20h32 - Vacinas já foram distribuídas por hospitais de Lisboa, Porto e Coimbra

20h20 - Países da UE já começaram a vacinar

A Alemanha,Hungria e Eslováquia anteciparam-se e iniciaram hoje a campanha de vacinação contra a Covid-19.

Os três países violaram assim o acordo para que a campanha de vacinação começasse em simultâneo por toda a União no domingo.

Os alemães começaram as vacinações nos lares da terceira idade e a primeira pessoa foi uma idosa com 101 anos, residente numa pequena povoação da Saxónia.

19h25 - Vacinação em Lisboa. Primeira dose será dada no Hospital de Santa Maria às 10h30

O Centro Hospitalar Universitário de Lisboa Norte confirma à RTP que o processo de vacinação neste centro terá início na manhã de domingo a partir das 10h30, no Hospital de Santa Maria.

19h22 - "Dia histórico", diz a Pfizer Portugal

Na primeira entrevista após a chegada das vacinas a Portugal, Paulo Teixeira, diretor da Pfizer Portugal, disse à RTP que este é um dia histórico e de celebração da ciência.
19h00 - Madeira prevê iniciar vacinação antes do fim do ano

A Madeira prevê iniciar a vacinação contra a covid-19 antes do final do ano, indicou hoje o presidente do Governo Regional.

Miguel Albuquerque referiu ainda que o primeiro lote deverá chegar à região na segunda-feira.

18h54 - França com mais 3.093 novos casos

O país registou mais 3.093 casos nas últimas 24 horas, quando na sexta-feira tinha contabilizado mais 20.262 novos casos. Houve ainda registo de mais 146 vítimas mortais, num total de 62.573 desde o início da pandemia. 

18h43 - Eslováquia já começou vacinação

A Eslováquia começou este sábado a operação de vacinação contra a Covid-19, que decorre a partir de hoje em larga escala em toda a União Europeia.

Um dos membros responsáveis pela resposta à pandemia no país foi o primeiro a ser vacinado, adianta a agência Reuters. A Hungria também já arrancou com a vacinação.

18h40 - Surto em lar da Misericórdia de Mértola com 67 casos

O número de casos no lar da Misericórdia de Mértola, em Beja, subiu para 67. Os utentes e funcionários infetados foram transferidos para um pavilhão municipal, avança a agência Lusa.

Dos infetados, 51 são utentes e 16 são funcionários.

No local "já se encontravam 20 pessoas infetadas", que "foram transferidas na quarta-feira", e "hoje foram levados os outros" doentes, disse o presidente da câmara, Jorge Rosa.

17h15 - Hospital de São João prevê vacinar 2.000 profissionais de saúde no domingo

O Centro Hospitalar e Universitário de São João (CHUSJ), no Porto, prevê vacinar 2.000 profissionais no domingo.

O hospital terá 25 postos de vacinação contra a Covid-19 e "uma larga equipa de enfermeiros" dedicada à operação, avançou hoje fonte hospitalar à agência Lusa.

A operação deverá durar cerca de dez horas, das 10h00 às 20h00. O Centro de Ambulatório, área normalmente dedicada às consultas externas, será dedicado à operação, aproveitando-se um espaço que está livre ao domingo.

O início da vacinação neste hospital irá contar com a presença da ministra da Saúde, Marta Temido.

17h06 - Primeiras vacinas contra a Covid-19 chegam aos hospitais

Já estão nos hospitais portugueses as primeiras vacinas contra a Covid-19. A prioridade foi dada a cinco centros hospitalares: dois no Porto, dois em Lisboa e um em Coimbra.

Estas imagens são precisamente da entrega das vacinas ao Centro Hospitalar da Universidade de Coimbra.

16h47 - Mais 261 mortos e 10.407 novos casos em Itália

O número de casos registados no país desde o início da pandemia é de 2.010.037 casos positivos. Foram ainda contabilizadas 70.909 mortes no total.

16h28 - Turquia com mais 253 óbitos

A Turquia registou mais 253 óbitos nas últimas 24 horas. Desde o início da pandemia morreram no país 19.624 pessoas.

O número de casos caiu pelo terceiro dia consecutivo, com mais 15.118 casos diários, num total de 2.133.373 casos positivos desde o início da pandemia.

16h26 - Reino Unido regista mais 210 mortes

O Reino Unido registou mais 210 mortes, um número bastante inferior ao de sexta-feira, quando foram registadas mais 570 mortes.

16h06 - Primeiro caso da nova variante detetado na Suécia

Foi detetado um primeiro caso de contaminação com a nova variante do coronavírus detetado pela priemra vez no Reino Unido.

A variante foi detetada numa pessoa que viajou a partir do Reino Unido e é para já um "primeiro caso isolado", confirmou a agência sueca de Saúde Pública este sábado.

15h46 - Dez casos da variante britânica em Itália

Mais seis pessoas testaram positivo para a variante britânica do coronavírus. Há um total de dez casos identificados no país.

Os seis casos são de passageiros que foram testados em Nápoles, vindos de voos do Reino Unido ainda antes da suspensão de voos.

Já tinham sido detetados três casos na véspera de Natal nas regiões de Apúlia e Abruzzo.  

15h12 - Mais três óbitos em Moçambique e 54 novas infeções

Com os novos 54 casos, o total de infeções registadas no país subiu para 18.162. Houve ainda registo de 159 óbitos desde o início da pandemia.

14h54 - Coreia do Sul com novo aumento de casos

A Coreia do Sul voltou a ter um dos maiores números de casos diários, com a identificação de surtos em prisões, lares de idosos e espaços religiosos. O governo voltou a impor restrições para as festas de fim de Ano.

14h15 - Portugal tem mais 1.214 casos de infeção e 78 mortos, nas últimas 24 horas

Nas últimas 24 horas, Portugal registou mais 1.214 casos de infeção e 79 vítimas mortais devido à Covid-19. Este sábado, há ainda a registar menos 409 casos ativos, uma queda relativamente ao dia anterior.

Há também 1.545 recuperados, um número superior ao número de casos novos em 24 horas. Estão, de momento, 225 contactos em vigilância.

A região Norte contabilizou mais 451 casos, a região de Lisboa e Vale do Tejo mais 438, a região Centro mais 148, o Alentejo mas 85, o Algarve mais 43, os Açores mais 21 e a Madeira mais 21 casos.

Contrariamente a sexta-feira,  boletim epidemiológico de sábado indica que os internamentos voltaram a aumentar: há mais 36 doentes internados em enfermarias e mais nove em unidades de cuidados intensivos.

Portugal registou já, desde o início da pandemia, 392.996 casos de infeção e 6.556 óbitos.

14h10 - Irão alargou recolher obrigatória a 330 cidades

O Irão alargou o recolher obrigatório noturno para 330 cidades de baixo risco num esforço para manter uma recente queda no número de novas infeções e mortes por covid-19, informou a televisão estatal no sábado.

Alireza Raisi, porta-voz da força-tarefa nacional contra o coronavírus, disse na TV estatal que o recolher das 21h00 às 4h00, já em vigor em 108 cidades chamadas "laranja" ou de médio risco, será estendido para as de menor risco ou "amarelas".

13h50 - Aí estão elas, as primeiras vacinas

Já está em Portugal o primeiro lote das vacinas contra a Covid-19.


13h45 - Primeiras doses das vacinas já chegaram à maioria dos países da UE

Os 27 preparam-se para dar início à campanha de imunização amanhã, em simultâneo, em todos os Estados-membros.


13h39 - Hungria já começou vacinação

A Hungria antecipou-se aos restantes países europeus e começou a vacinar a população contra a covid-19 já este sábado.

A Hungria recebeu o primeiro carregamento de vacinas hoje de manhã, que será o suficiente para inocular 4.875 pessoas, informou a agência de notícias estatal MTI.

13h08 - Açores com 12 novos casos e total de 308 positivos ativos

Os Açores registaram nas últimas horas 12 novos casos de covid-19, tendo atualmente 308 pessoas com a doença, anunciou hoje a Autoridade de Saúde Regional.

De acordo com a autoridade, foram realizadas 605 análises nas últimas 24 horas nos dois laboratórios de referência da região, um em São Miguel e outro na Terceira. Os 12 novos casos de covid-19 dividem-se entre São Miguel (10) e Terceira (dois).

Atualmente, estão internadas 16 pessoas na região com a doença: 10 no Hospital do Divino Espírito Santo de Ponta Delgada (um dos quais em Cuidados Intensivos) e seis no Hospital de Santo Espírito da Ilha Terceira (dois em Cuidados Intensivos).

13h04 - Futebolistas do Benfica Jardel e Gonçalo Ramos testam positivo

O defesa brasileiro Jardel e o avançado Gonçalo Ramos, ambos futebolistas do Benfica, testaram positivo ao novo coronavírus, anunciou hoje o clube, sem indicar mais pormenores.

Durante a semana, também testaram positivo ao novo coronavírus o médio Pizzi e o diretor-geral Tiago Pinto.

12h58 - Incêndio em hospital no Egito mata sete doentes com novo coronavírus

Sete doentes com o novo coronavírus morreram hoje num incêndio numa unidade de cuidados intensivos de um hospital no Egito, disseram as autoridades.

O incêndio no hospital em Obour, nos subúrbios do Cairo, feriu ainda pelo menos cinco outros doentes, que foram transportados juntamente com outros pacientes para hospitais nas redondezas, indicou a polícia. Os bombeiros já apagaram o incêndio, cuja causa está a ser investigada pela polícia.

Segundo o diário estatal al-Ahram, a investigação inicial atribui o fogo a um curto-circuito.

12h53 - Surtos em dois lares privados de Évora com cerca de 30 infetados

Surtos de covid-19 foram detetados em dois lares privados de Évora e já infetaram um total de cerca de 30 pessoas, entre utentes e funcionários.

12h45 - Pandemia já matou 1.750.780 pessoas em todo o mundo

A pandemia matou pelo menos 1.750.780 pessoas desde que a OMS relatou o início da doença em dezembro de 2019 na China, segundo o levantamento da agência de notícias AFP hoje às 11:00.

Mais de 79.758.000 casos de infeção foram oficialmente diagnosticados desde o início da epidemia, dos quais pelo menos 50.405.700 pessoas já foram consideradas curadas.

12h25 - Primeiro-ministro saúda chegada das vacinas e enaltece "extraordinário esforço" da Ciência

O primeiro-ministro saudou a chegada hoje a Portugal do primeiro lote de vacinas contra a covid-19, enaltecendo o "extraordinário esforço" da Ciência e a "coordenação exemplar" da União Europeia, mas ressalvou que ainda é cedo para baixar a guarda.

"Chegou hoje o primeiro lote da vacina anti #covid-19. Um extraordinário esforço da Ciência, uma coordenação exemplar da União Europeia", escreveu António Costa, numa mensagem publicada na sua conta oficial da rede social Twitter.



O primeiro-ministro lembra que o país ainda tem "pela frente vários meses de trabalho bem planeado", mas, realçou, agora pode-se ter "a certeza de que há luz ao fundo do túnel".

"Mas ainda não saímos do túnel. Por isso ainda é cedo para baixar a guarda e relaxar nas medidas de proteção. Com determinação reforçada por este momento de esperança", sublinha na mensagem António Costa, que está em isolamento profilático na residência oficial de São Bento, em Lisboa.

12h16 - Portugueses têm disponível a partir de hoje portal dedicado à vacinação

Os portugueses têm disponível a partir de hoje um portal dedicado ao processo de vacinação contra a covid-19, que visa esclarecer a população sobre “todos os detalhes” da campanha que arranca no domingo, anunciou o Governo.

O Ministério da Saúde adianta, em comunicado, que esta página disponibiliza toda a informação sobre a vacinação através de “uma linguagem simples e clara” respondendo às principais questões que têm vindo a ser levantadas desde o anúncio da chegada da vacina a Portugal.

12h10 - Espanha regista quatro casos da nova variante britância do coronavírus

A Direção-Geral de Saúde Pública de Madrid confirmou hoje a existência de quatro casos confirmados de infeção com a nova variante britânica do novo coronavírus.

Os quatro casos confirmados de infeção da nova variante do vírus foram detetados em quatro cidadãos que viajaram do Reino Unido para Espanha. Segundo as autoridades espanholas, há ainda outros três casos suspeitos nos quais o genoma do vírus está a ser sequenciado.

A informação foi avançada pelo vice-ministro da Saúde Pública e do Plano Covid-19, Antonio Zapatero, na conferência de imprensa sobre a evolução da situação epidemiológica na região.

12h02 - Surto no lar da Misericórdia de Alcáçovas com primeira morte

Uma idosa que se encontrava no hospital de Évora é a primeira vítima mortal do surto de covid-19 no Lar da Misericórdia de Alcáçovas, concelho de Viana do Alentejo (Évora), que já infetou 71 pessoas.

“Uma das nossas utentes faleceu, na sexta-feira, no Hospital do Espírito Santo de Évora (HESE), para onde tinha sido transportada”, explicou hoje à agência Lusa o provedor da Misericórdia, João Penetra, sem precisar a idade da vítima.

Segundo o responsável, o surto na instituição da doença provocada pelo novo coronavírus SARS-CoV-2 contabiliza um total de 71 casos, 69 deles infeções ativas, entre utentes e trabalhadores, o óbito e uma trabalhadora já recuperada.

11h09 - Infarmed acompanha todo o processo de verificação e distribuição das vacinas

O diretor do Infarmed, Rui Santos Ivo, explicou aos jornalistas que, neste momento, "há um conjunto de procedimentos de verificação, de identificação das vacinas que chegaram".

"O Infarmed acompanhou hoje esse processo nas instalações onde estão armazenadas", afirmou, acrescentando que o objetivo é veirificar as condições das vacinas antes de dar início à vacinação.

"Aplicamos um conjunto de regras tão bem definidas, que são as regras relacionadas com a distribuição de medicamentos, e portanto essas regras iniciam-se na fábrica e mantém-se ao longo do transporte", esclareceu.
Sobre a processo de transição da temperatura a menos de 80 graus para a temperatura ideal para administras, Rui Santos Ivo afirmou que é um processo de "descongelação que vai ocorrer na instalações", garantindo toda a segurança para que as vacinas cheguem aos locais de vacinação.

11h07 - Vacinas distribuídas por todo o território nacional e condições de armazenamento asseguradas

Sobre o processo da entrega e distribuição de doses, Marta Temido relembrou que na segunda-feira chega mais 70. 200 doses e que depois serão todas distribuídas por todo o território nacional, incluindo Madeira e Açores.

"Há 9.750 que serão enviadas para os Açores e 9.750 para a Madeira".

"Esta vacina tem a especificidade de ser administrada em duas doses e entre cada doses mediam 21 dias e, portanto, haverá garantia de armazenamento", explicou ainda.

11h05 - Recetividade dos profissionais foi "positiva"

Sobre a recetividade dos profissionais de saúde à vacina, a ministra garantiu que foram aplicados "critérios técnicos que a DGS definiu para o grupo dos profissionais de saúde, prestadores diretos de cuidados, que são prioritários".

"Esse universo foi identifcado em cada hospital", explicou, assegurando que os profissionais foram questionados sobre se queriam ser vacinados.

Mas Marta Temido afirmou que as respostas foram "muita rápidas e muito positivas".

11h04 - Processo de transição antes de vacinação "tem várias fases"

Sobre o processo de tansição da vacina antes da inoculação, a ministra da Saúde afirmou que é um "processo que tem várias fases".

"É um processo, sobretudo, cuidadoso em termos de manipulação (...), de verificação e de garantia de tempos entre os vários procedimentos para que tudo corra bem e para que amanhã as vacinas estejam preparadas para serem administradas".

11h03 - Operação de distribuição de vacinas pelos hospitais com "cautela" e "segurança"

Questionada sobre como vão ser distribuídas as vacinas pelos centros hospitalares, Marta Temido afirmou que "está previsto que agora saiam" do local de armazenamento "para os hospitais, para que amanhã possam estar a ser administradas".

"Há um conjunto de aspetos que (...), até por razões de segurança temos que manter com uma certa salvaguarda", explicou, acrescentando que esta operação será realizada com "toda a cautela, com toda a segurança" e "gerida por vários ministérios".

11h02 - Ministra da Saúde diz que é "um marco histórico"

Marta Temido esteve no local a receber o transporte das primeiras doses da vacina. Ao jornalistas, a ministra da Saúde começou por dizer que a chegada das vacinas a Portugal é "um marco histórico" para todos.

"É um dia importante depois de um ano tão dificil para a maioria de nós, para os portugueses, para os europeus em geral", começou Marta Temido. Um ano "em que foi tão dificil lidar com tanta incerteza, foi dificil lidar com tantas circunstâncias novas e em que foram pedidos tantos sacrificios".

"Abre-se agora uma janela de esperança, com uma vacina que se espera que, no próximo ano, nos ajude a combater a doença", continuou.

No entanto, Marta Temido diz que não nos devemos esquecer que estamos no inverno e, por isso, ainda há "um combate muito dificil de fazer".

"Mas há, agora, uma oportunidade e uma esperança que resulta da nova vacina e que hoje foi entregue na primeira quantidade", lembrando que ainda está previsto mais um segundo conjunto de entregas.

"Cabe agora ao sistema de saúde fazer o seu trabalho".

Questionada pelos jornalistas, Marta Temido garantiu ainda que chegará uma "nova remessa na semana que vem", na próxima segunda-feira, dia 28.

10h11 - Já estão em Portugal as vacinas para a primeira fase da vacinação que arranca amanhã
 09h29 - Aumento de casos na Coreia do Sul na semana do Natal

08h03 - Alemanha com mais 14.455 casos e 240 vítimas mortais

08h02 - Rússia com mais 29.258 casos e 567 vítimas mortais

Rússia aprovou hoje a utilização da vacina sputnik V em pessoas com mais de 60 anos.

08h00 - África com mais 522 mortos e 25.996 infetados

Portugal recebe hoje o primeiro lote de 9.750 vacinas
, desenvolvida pela Pfizer-BioNTech. Estão destinadas aos profissionais de saúde dos centros hospitalares universitários do Porto, São João, Coimbra, Lisboa Norte e Lisboa Central.

Os camiões refrigerados com as doses previstas para países da União Europeia (UE) saíram na quarta-feira de manhã da fábrica belga da farmacêutica norte-americana, situada em Puurs, no nordeste da Bélgica, sob fortes medidas de segurança, com dois veículos das forças policiais a escoltar cada um dos três veículos pesados depois do carregamento.

Portugal contabiliza no dia 25 de dezembro mais 65 mortes relacionadas com a covid-19 e 4.146 novos casos de infeção com o novo coronavírus, segundo a Direção-Geral da Saúde (DGS).

O boletim epidemiológico da DGS indicava ainda que estão internadas 2.754 pessoas, menos 99 do que na quinta-feira, registando-se o menor número de internados por Covid-19 desde 10 de novembro (2.742).