Covid-19. Argentina com recorde diário de casos e mais 423 mortos

por Mário Aleixo - RTP
Os argentinos continuam confinados mas a pandemia teima em não abrandar EPA

A Argentina registou mais 423 mortos e 18.326 infetados com o novo coronavírus, um recorde diário de contágios, informaram as autoridades.

Com este balanço, o total de casos desde o início da pandemia cresceu para 1.037.325 e o de óbitos para 27.519.

Mais de 4500 pessoas estão hospitalizadas devido à Covid-19, com o Ministério da Saúde a indicar que 840.520 pacientes foram dados como recuperados.

Na Argentina, onde estão em vigor medidas de isolamento desde 20 de março, foram realizados 2,7 milhões de exames para detetar o novo coronavírus.

O governo argentino anunciou a 9 de outubro que mantém as medidas obrigatórias de isolamento e distanciamento em função da situação epidemiológica de cada região, restrições que vão vigorar pelo menos até 25 de outubro.

A pandemia de Covid-19 já provocou mais de 1,1 milhões de mortos e mais de 40,8 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência de notícias France Presse.
Tópicos
pub