Covid-19. Três portugueses repatriados da Índia

por Lusa
Do aeroporto de Nova Deli partiram três portugueses com destino a Lisboa Epa

Três cidadãos portugueses retidos na Índia foram na última noite repatriados num voo fretado por Espanha para fazer regressar a Madrid 250 cidadãos espanhóis, informou à Lusa fonte do Ministério dos Negócios Estrangeiros (MNE).

Um avião fretado por Espanha partiu de Nova Deli, com escala em Goa, com destino a Madrid.

No voo espanhol “vêm três cidadãos nacionais”, esclareceu fonte do MNE, adiantando que “na área de jurisdição de Nova Deli ficarão ainda 30 nacionais por repatriar”, os quais “estão muito dispersos e em áreas de difícil acesso”.

A fonte precisou ainda que “em Diu (área de jurisdição de Goa)” permanecem “56 cidadãos nacionais, que se encontram de visita às respetivas famílias e cuja maioria reside em Lisboa”, cidadãos que “estão inscritos nas listas da delegação da UE” e em relação aos quais “todos os esforços serão feitos para que sejam repatriados em voos organizados pela UE”.

“De referir ainda que relativamente a cidadãos nacionais que manifestaram vontade de sair da Índia, vários partiram nos últimos dias de Nova Deli e de Bombaim”.

Dezenas de portugueses retidos no estrangeiro devido à suspensão de ligações aéreas ou fechos de fronteiras decididos em resposta à pandemia provocada pelo novo coronavírus são repatriados ao abrigo de operações realizadas no quadro da UE, que reembolsa os custos deste tipo de voos até 75%.
pub