Dezenas de milhares de pessoas fogem de incêndio que destruiu vila na Califórnia

| Mundo

|

Dezenas de milhares de pessoas foram obrigadas a fugir de um incêndio na quinta-feira no norte do estado norte-americano da Califórnia, abandonando a pé as suas viaturas, ameaçadas pelas chamas que devastaram a vila de Paradise.

"Quase toda a vila de Paradise está destruída, é esse tipo de devastação", disse o capitão do Departamento Florestal e de Proteção de Incêndios da Califórnia, Scott McLean, na quinta-feira. McLean calculou que cerca de mil estruturas foram destruídas na localidade de 27 mil habitantes, situada a cerca de 290 quilómetros a nordeste de São Francisco.

Há relatos de feridos, mas a extensão do impacto ainda é desconhecida, uma vez que as autoridades estão a ter dificuldades no acesso ao local. Um responsável da mesma entidade, no condado de Butte Calford, Darren Read, disse numa conferência de imprensa que dois bombeiros e vários moradores ficaram feridos.

"É uma situação muito perigosa e muito séria", disse o xerife do condado de Butte Calford, Kory Honea. "Estou a guiar através do fogo enquanto falamos. Estamos fazendo tudo o que podemos para tirar as pessoas das áreas afetadas", sublinhou.

O vice-governador da Califórnia, Gavin Newsom, declarou o estado de emergência para a área atingida pelo fogo no norte da Califórnia e solicitou ao Presidente Donald Trump a declaração de estado de emergência federal, dizendo que as condições meteorológicas perigosas devem durar vários dias.

O xerife de Butte Calford confirmou relatos de que muitas pessoas tiveram que abandonar os seus veículos. Equipas de resgate estavam tentar colocá-los em outras viaturas, acrescentou.

Honea adiantou que o incêndio foi registado por volta do amanhecer e que, em seis horas, as chamas consumiram mais de 26 quilómetros quadrados.

As chamas estão a ser alimentadas por ventos, baixa humidade, ar seco e por um terreno seco, depois de meses sem chuva.

Tópicos:

Proteção Incêndios,

A informação mais vista

+ Em Foco

O criador dos óculos de realidade virtual está a desenvolver tecnologia que vai transferir jogos de vídeo para os campos de batalha.

Reunimos aqui reportagens sobre as forças de elite portuguesas, emitidas por ocasião dos 100 anos do Armistício que pôs fim à I Guerra Mundial.

    O coração de Lisboa foi palco do maior desfile militar dos últimos 100 anos no país, por ocasião do centenário do Armistício que pôs fim à I Grande Guerra.

      Toda a informação sobre a União Europeia é agora agregada em novos conteúdos de serviço público que podem ser seguidos na página RTP Europa.