Ex-espião russo Sergei Skripal saiu do hospital

| Mundo

|

O antigo espião russo Sergei Skripal, envenenado com gás tóxico, já saiu do Hospital de Salisbury (sudoeste de Inglaterra), onde se encontrava desde 04 de março passado, anunciou hoje o serviço de saúde pública britânico.

"É uma notícia fantástica que Sergei Skripal se sinta suficientemente bem para deixar o hospital de Salisbury", disse a diretora da unidade hospitalar Cara Charles-Barks, citada num comunicado.

O envenenamento de Skripal e da sua filha, Yulia, desencadeou uma crise diplomática entre Londres e respetivos aliados ocidentais, de um lado, e a Rússia, do outro.

Pai e filha foram encontrados inconscientes a 04 de março em Salisbury, tendo passado semanas no hospital em situação crítica.

Yulia teve uma recuperação mais rápida e já abandonara o hospital em abril.

Para garantir a segurança, ambos foram levados para um local que não foi revelado pelas autoridades britânicas.

O Reino Unido referiu que pai e filha foram envenenados com um gás nervoso utilizado para fins militares e acusou a Rússia do ataque.

Moscovo tem negado qualquer envolvimento, o que provocou uma deterioração das relações entre a Rússia e o Ocidente.

A informação mais vista

+ Em Foco

Nas eleições primárias, alguns dos mais conceituados senadores democratas foram vencidos por candidatos mais jovens, progressistas e, alguns deles, socialistas.

    Em 1995, dois estudantes desenvolveram um motor de pesquisa. Dois anos depois, Andy Bechtolsheim passou um cheque no valor de 100 mil dólares. Nesse dia, fez-se história: a Google nasceu.

      A Austrália enfrenta a maior seca de que há memória, afetando agricultores e criação de gado.