Francisco Guterres Lu-Olo eleito Presidente da República

| Mundo

Francisco Guterres Lu-Olo foi eleito Presidente da República de Timor-Leste nas eleições de segunda-feira, segundo os dados oficiais relativos à contagem de 90,09% dos votos.

Quando estão contados 90,09% dos votos, segundo o Secretariado Técnico de Administração Eleitoral (STAE), Lu-Olo lidera a contagem, com 262.147 votos ou 57,42% do total, à frente do segundo classificado, António da Conceição, que tem 147.436 votos ou 32,29% do total.

Para vencer, qualquer candidato teria que obter 50% dos votos válidos mais um, ou 261.289, valor já ultrapassado por Lu-Olo.

Num universo de 743.150 eleitores, mesmo que a taxa de participação nos locais ainda por escrutinar fosse 100%, faltariam contar 73.646 votos, ou seja, menos do que aqueles de que antónio da Conceição precisaria para evitar a vitória de Lo-Olo.

Dirigentes do Partido Democrático (PD), que apoiou o segundo candidato mais votado nas eleições presidenciais, António da Conceição, já congratularam hoje Francisco Guterres Lu-Olo pela vitória no sufrágio de segunda-feira.

Francisco Guterres Lu-Olo foi apoiado pelos maiores partidos timorenses, Fretilin (Frente Revolucionária de Timor-Leste Independente) e CNRT (Congresso Nacional para a Reconstrução de Timor-Leste).

Tópicos:

Díli, Reconstrução Timor Leste ASP, Revolucionária Timor Leste,

A informação mais vista

+ Em Foco

No 20.º aniversário da Exposição Universal sobre os Oceanos, a Antena 1 e a RTP estiveram à conversa com alguns dos protagonistas do evento.

    Um dos mais conceituados politólogos sul-coreanos revelou à RTP o modo de pensar e agir de Pyongyang.

    Portugal foi oficialmente um país neutro na 2ª guerra Mundial. Mas isso não impediu que quase mil portugueses tivessem sido deportados, feitos prisioneiros ou escravos pelos nazis.

      Uma caricatura do mundo em que vivemos.