Reportagem Governo francês ativa célula de crise após tiroteio em Estrasburgo

Pelo menos quatro pessoas morreram e outras nove ficaram feridas num tiroteio em Estrasburgo. O presidente da câmara pede aos habitantes para permanecerem em casa.

Fazer refresh a esta área
Clique aqui para atualizar

00h17 - O que sabemos

Pelo menos quatro pessoas morreram e outras nove ficaram feridas num tiroteio em Estrasburgo. O autor dos disparos é um francês de 29 anos, de nome Chérif C., natural de Estrasburgo, e era já controlado pelas autoridades. Deveria ter sido ouvido na manhã desta terça-feira, mas a polícia já não o encontrou em casa. Após o tiroteio, foi ferido durante a fuga por membros da Operação Sentinela, um mecanismo de reforço de segurança criado depois dos ataques terroristas de janeiro de 2015 em França. Estará cercado pelas forças de segurança no bairro onde vive.

00h03 - Chérif C., 29 anos, estava classificado como “ficha” S.

O que é um “ficha” S?

Esta classificação foi originalmente usada para controlar as deslocações dos diplomatas, mas é uma subcategoria (do arquivo dos cidadãos franceses) actualmente usada para pessoas potencialmente ameaçadoras da “segurança do Estado”.

23h34 - Fechadas as pontes que dão acesso ao centro

As autoridades francesas encerraram as pontes que dão acesso ao centro de Estrasburgo.

23h23 - Macron ruma a Beauvau

Presidente Emannuel Macron junta-se ao gabinete de crise em Beauvau, sede do Ministério do Interior.

23h04 - Parlamento Europeu de portas fechadas

Ao telefone para o 360, da RTP3, a jornalista Fernanda Gabriel atualizou as informações sobre o tiroteio da noite desta terça-feira em Estrasburgo, perto de um mercado de Natal.


22h50 - Parlamento Europeu mantém agenda prevista

As sessões legislativas agendadas no Parlamento Europeu, em Estrasburgo, para esta semana vão realizar-se, apesar do tiroteio que ocorreu naquela cidade francesa e no qual morreram pelo menos quatro pessoas, anunciou o presidente daquele organismo.

António Tajani, citado pela agência de notícias Associated Press, afirmou que a legislatura "não será intimidada por ataques terroristas ou criminosos". "Vamos seguir em frente", acrescentou.

22h45 - Primeiro-ministro ativa célula de crise interministerial

Édouard Philippe, primeiro-ministro francês, já ativou a célula de crise interministerial.

22h40 - Líder republicano exige combate contra radicais

O presidente dos Republicanos solidarizou-se na rede Twitter com as vítimas e as suas famílias assim como com os feridos. Também saudou as forças da ordem que responderam ao atentado.

Logo depois, num segundo tweet, Laurent Wauquiez perguntou "quantos atentados cometidos por sinalizados S deveremos ainda suportar antes de adaptar o nosso Direito a luta contra o terrorismo? Que esperamos para finalmente batalhar para erradicar o integrismo radical que nos declarou guerra?".


22h38 - Marine Le Pen reage

A líder da União Nacional, Marine Le Pen, já manifestou a sua solidariedade para com as vítimas do tiroteio.
“Todos os nossos pensamentos estão com as vítimas do tiroteio”.

22h30 - Marcelo manifesta solidariedade a França

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, manifestou solidariedade ao seu homólogo francês, Emmanuel Macron, após um tiroteio na cidade de Estrasburgo ter feito pelo menos duas vítimas mortais, e repudiou "este episódio de violência".

Numa nota publicada no site da Presidência da República é referido que, "ao tomar conhecimento do ataque que hoje teve lugar em Estrasburgo, o Presidente da República endereçou uma mensagem de solidariedade ao Presidente Emmanuel Macron".

De acordo com a nota, Marcelo Rebelo de Sousa "expressou ainda a fraternal amizade de Portugal para com a França neste momento difícil, vincando o mais firme repúdio por este episódio de violência, e sublinhando a importância da unidade europeia na defesa dos valores que unem as sociedades livres e democráticas".

22h27 - Autor do tiroteio tem 29 anos

Segundo o jornal Le Figaro, o autor do tiroteio chama-se Chérif C. e nasceu em 1989 em Estrasburgo.

22h07 - Aumentou o número de mortos

As autoridades confirmam que o tiroteio provocou quatro mortos e nove feridos. 

22h04 - Atacante foi ferido por membros da Operação Sentinela

Fonte policial revelou à France-Presse que, antes de fugir, o atacante foi ferido por membros da Operação Sentinela, um mecanismo de reforço de segurança criado depois dos ataques terroristas de janeiro de 2015 em França.

O atirador é natural de Estrasburgo.

22h02 - Atirador devia ter sido ouvido esta manhã

O atirador iria ser detido esta terça-feira de manhã pela polícia, mas não o encontraram no seu local de residência, de acordo com uma fonte conhecedora do processo.

21h57 - Segunda operação na Praça Broglie

Segundo o jornal Le Figaro, está a decorrer uma segunda operação na Praça Broglie, no centro histórico de Estrasburgo.



Há a suspeita sobre uma segunda pessoa que eventualmente estará envolvida no tiroteio.


21h51 - Fotografias de Estrasburgo

Um conjunto de fotografias captadas por um repórter da agência Reuters mostram uma cidade em estado de alerta máximo.


21h43 - No interior do Parlamento Europeu

As jornalistas da RTP e da Antena 1 Fernanda Gabriel e Raquel Morão Lopes encontram-se nas instalações do Parlamento Europeu em Estrasburgo, encerradas pouco depois do tiroteio no mercado de Natal.

Foi ali que ouviram, em direto para a página da RTP Notícias no Facebook, o comissário europeu Carlos Moedas.



21h30 - João Adelino Faria estava no local do tiroteio

O jornalista João Adelino Faria estava no local quando começou o tiroteio.
Mais tarde descreveu o momento em direto para o 360 da RTP3.

21h26 - Atirador está cercado

O atirador de Estrasburgo foi localizado em Bas Rihn e está cercado pela polícia no bairro onde reside.

21h08 - Atirador era conhecido das autoridades

O autor dos disparos em Estrasburgo, que continua em fuga, era conhecido pelas autoridades por pequenos delitos.

No bairro onde alegadamente reside o atirador, de 29 anos, e onde poderá estar escondido, são ouvidos vários disparos.

Segundo as autoridades estará ferido.

O bairro onde reside o atirador é problemático.

No local onde ocorreu o tiroteio foram capturadas uma arma automática e uma arma branca.

21h00 - Ministério Público investiga

A secção antiterrorista do Ministério Público francês está a investigar o atentado em Estrasburgo.

120h58 - Junker condena atentado em Estrasburgo

Jean-Claude Junker, presidente da Comissão Europeia, condena o ataque e afirma que esta solidário com as vítimas.
Junker recorda que Estrasburgo é uma cidade que simboliza a paz e a democracia europeia.

20h55 - Novo balanço

Um novo balanço das autoridades aponta agora para dois mortos e onze feridos.

As autoridades não colocam de lado a hipótese de se tratar de um atentado terrorista.

20h43 - Novo balanço

Um novo balanço das autoridades francesas aponta agora para dez feridos no tiroteio desta noite.

O presumível autor dos disparos já foi identificado, mas continua a monte.

20h34 - Emanuel Macron interrompe receção no Eliseu

O Presidente da República, Emanuel Macron, foi alertado pelos seus conselheiros para a situação que se vive em Estrasburgo e interrompeu uma receção que estava a decorrer no Palácio do Eliseu.

O ministro do Interior, Christophe Castaner, vai a caminho de Estrasburgo.

20h29 - Situação longe de estar controlada

O enviado da RTP a Estrasburgo, João Adelino Faria, dá conta do momento vivido.

Ao redor do local onde decorre o mercado de Natal e no Parlamento Europeu a segurança foi reforçada. 

Foi ativado nos hospitais de Estrasburgo o chamado Le Pan Blan, um plano de emergência.Este plano é ativado em situações de emergência e crise, permitindo que sejam disponibilizados o máximo de serviços de socorro necessários.

20h22 - Atirador em fuga

A circulação rodoviária nas imediações da Place Kleber, onde ocorreu o tiroteio, está cortada.

As autoridades afirmam que o autor dos disparos se encontra em fuga.

20h14 - Novo balanço

O número de feridos neste tiroteio em Estrasburgo aumentou para seis.

As instalações do Parlamento Europeu estão neste momento encerradas.
Os eurodeputados estão no interior das instalações.

20h12 - Pânico nas ruas da cidade

Sugiram quase de imediato nas redes sociais vídeos captados por telemóvel. É possível ouvir os disparos.


19h58 - Tiroteio perto de mercado de Natal

Os dados são por agora escassos. Sabe-se que houve disparos nas imediações do mercado de Natal no centro de Estrasburgo, um espaço que atrai anualmente largos milhares de turistas.

Fontes das forças de segurança, citadas pelas agências internacionais, referem pelo menos uma vítima mortal e três feridos.

O presidente da câmara local apelou aos habitantes para que permanecessem em casa.

Emissão da Antena 1

A informação mais vista