Governo francês recusa a expressão "violência policial" e promete respeitar inquérito

por Antena 1

Foto: Reuters

Entrevista ao Secretário de Estado dos Assuntos Europeus francês.

Durante o fim-de-semana, em várias cidades francesas, houve manifestações contra a violência policial, protestos que, em Paris, por exemplo, terminaram em confrontos com as forças de segurança.

Os manifestantes construíram barricadas nas ruas e lançaram pedras sobre os agentes da polícia, que respondeu com gás lacrimogéneo e granadas de atordoamento.

Os protestos dos últimos dias têm como pano de fundo a lei aprovada pela Assembleia Nacional Francesa, que reforça os poderes da polícia e criminaliza a divulgação de imagens que identifiquem agentes das forças de segurança.

O Governo francês recusa a expressão "violência policial" para descrever o que se passou.

Em entrevista exclusiva à Rádio e Televisão de Portugal, o Secretário de Estado dos Assuntos Europeus de França garante que o executivo está, aliás, disposto a tirar as consequências necessárias de um inquérito que está já em curso.

Clément Beaune, entrevistado por Rebecca Abecassis, esteve em Lisboa para se encontrar com as autoridades portuguesas e para debater quais devem ser as prioridades da Presidência portuguesa da União Europeia, que começa a 1 de janeiro de 2021.

Um tema em análise na tarde informativa da Antena1, numa edição de Nuno Rodrigues.

pub