Governo português apresentou condolências ao Presidente mexicano - Costa

| Mundo

O primeiro-ministro, António Costa, afirmou hoje que o Governo português já enviou as suas condolências ao Presidente mexicano, Enrique Peña Nieto, pela ocorrência de mais um sismo que já fez até agora 92 mortos.

"Já apresentámos as nossas condolências ao povo mexicano e ao Presidente da República Federativa do México por mais esta catástrofe natural. Estamos perante uma catástrofe natural que entristece todos", declarou António Costa, no final de uma reunião de chefes de Estado e de Governo da Comunidade de Países de Língua Portuguesa (CPLP), em Nova Iorque, na sede da missão do Brasil nas Nações Unidas.

As autoridades mexicanas elevaram para 119 o número de mortos na sequência do sismo de magnitude 7,1 na escala de Richter que atingiu terça-feira vários Estados do México.

O sismo teve o seu epicentro a 12 quilómetros a sudeste de Axochiapan, no estado central de Morelos, a uma profundidade de 57 quilómetros, e destruiu uma ponte que liga a capital, a Cidade do México, com Acapulco.

Tópicos:

Federativa, México,

A informação mais vista

+ Em Foco

Os dados do sistema de Informação de Fogos Florestais da União Europeia (EFFIS) indicam que só entre os dias 14 e 15 de outubro arderam em Portugal continental cerca de 200 mil hectares.

    Filipe Vasconcelos Romão, comentador de assuntos internacionais, refere que o artigo 155 da Constituição Espanhola será aplicado sem que haja qualquer lei de enquadramento.

    Impostos, orçamentos, metas para o próximo ano. A RTP descodifica a proposta de Orçamento do Estado apresentada pelo ministro das Finanças esta sexta-feira.

      Em entrevista à Antena1 e ao Jornal de Negócios, o ministro do Trabalho e da Segurança Social considera que a apresentação da moção de censura não vai trazer mudanças significativas.