Gravação revela que Itália negou auxílio a 400 sírios à deriva no Mediterrâneo

por RTP

Uma revista italiana divulgou cinco gravações telefónicas de apelos de migrantes à deriva. As gravações revelam como as autoridades italianas negaram auxílio a mais de 400 sírios à deriva no Mediterrâneo durante cinco horas em 2013.

Acabariam por morrer 268 pessoas, incluindo 60 crianças.

A publicação L´Espresso revelou as conversas entre as autoridades italianas e um médico sírio que estava a bordo da embarcação e pedia auxílio.

Até hoje a justiça italiana continua a investigar este naufrágio.

Um médico que ia na embarcação e pediu ajuda juntamente com a mulher e a filha acabaram por sobreviver, mas dois filhos com 6 anos e 9 meses morreram afogados.
pub