Grécia esgotada agradece a Portugal acolhimento de refugiados

| Mundo
Grécia esgotada agradece a Portugal acolhimento de refugiados

A ver: Grécia esgotada agradece a Portugal acolhimento de refugiados

Foto: Elias Marcou - Reuters

A Grécia agradeceu a Portugal a solidariedade do país pela disponibilidade de receber mil migrantes e refugiados, atualmente alojados em condições precárias naquele país.

Em entrevista à jornalista Rosário Salgueiro, o ministro grego da Proteção Social lembrou que a Grécia e a Espanha recebem muito mais migrantes e refugiados do que a Itália, apesar de fazerem menos alarido junto de Bruxelas.

No caso grego, a capacidade de acolhimento está praticamente esgotada, acrescenta. Giorgius Koumoutaskis deixa por isso um aviso velado aos seus parceiros da União Europeia.

Em caso de o país ultrapassar as condições de auxiliar os migrantes, irá fazer sentir a Bruxelas as dificuldades, garante o ministro grego, sem chegar a esclarecer se irá recorrer, como fez recentemente o ministro italiano do Interior, à proibição de desembarque nas suas costas.

O recém-eleito Governo grego quer, para já, reforçar o repatriamento daqueles cujo pedido de asilo é recusado, assim como os meios da sua Guarda Costeira.

Exige também que a Turquia faça mais para intercetar os barcos de borracha dos migrantes, assim como no desmantelamento das redes de tráfico humano.

Uma reportagem de Rosário Salgueiro, com imagem e edição de David Araújo.

A informação mais vista

+ Em Foco

A RTP ouviu os seis lideres partidários sobre temas que escapam aos programas políticos e que contribuem para definir o perfil dos candidatos.

    Uma sondagem da Universidade Católica aponta para o fim da hegemonia laranja na Madeira, apesar da vitória do PSD nas regionais (38%) do próximo domingo.

    Na semana em que se assinala o início da II Guerra Mundial, a RTP conta histórias de portugueses envolvidos diretamente no conflito.

      Em cada uma destas reportagens ficaremos a conhecer as histórias de pessoas ou de projectos que, por alguma razão, inspiram ou surpreendem.