Grupo italiano inicia no Brasil construção do maior parque solar da América do Sul

| Mundo

O grupo energético italiano Enel anunciou hoje que iniciou a construção de um parque solar no Brasil de 475 MegaWatts (MW), o maior na América do Sul, num investimento de 390 milhões de dólares (340 milhões de euros).

A nova instalação será erguida pela Enel Green Power Brasil Participações (EGPB), uma filial da Enel no Brasil, e ficará localizada em São Gonçalo do Gurguéia, no estado brasileiro do Piauí.

O parque solar São Gonçalo está programado para entrar em funcionamento em 2020 e é considerado o maior parque fotovoltaico atualmente em construção na América do Sul.

Iniciada a sua atividade, o parque poderá gerar mais de 1.200 gigawatt-hora (GWh) por ano e evitará a emissão de 600.000 toneladas de CO2 para a atmosfera.

O grupo explicou que dos 475 MW de capacidade instalada em São Gonçalo, 388 MW corresponderão ao grupo Enel como resultado de um leilão público realizado no país em 2017 e serão comercializados sob contrato de fornecimento de 20 anos para um grupo de empresas de distribuição que operam no mercado regulado brasileiro.

Os restantes 87 MW serão destinados à produção de energia para o mercado livre.

No Brasil, o grupo Enel tem uma capacidade renovável total instalada superior a 2,9 GW, dos quais 842 MW são provenientes de energia eólica, 820 MW de energia solar e 1.269 MW de energia hidrelétrica.

Tópicos:

Enel Green Power, Gonçalo,

A informação mais vista

+ Em Foco

O presidente da Câmara dos Comuns é, digamos assim, o equivalente ao presidente da Assembleia da República em Portugal.

Neste Manual do Brexit, explicamos em 12 pontos o que está em causa e os cenários que se colocam.

    Toda a informação sobre a União Europeia é agora agregada em conteúdos de serviço público. Notícias para acompanhar diariamente na página RTP Europa.

      A entrevista ao ativista de Direitos Humanos para o programa Olhar o Mundo.